PCH Bela Vista aciona mais uma unidade geradora de energia

A terceira unidade geradora de energia na casa de força principal da Pequena Central Hidrelétrica Bela Vista, da Copel, começou a operar comercialmente esta semana. A usina está instalada no Rio Chopim, entre os municípios de Verê e São João, no Sudoeste do Paraná.

O investimento no projeto foi de R$ 224 milhões e a energia produzida na usina vai atender ao consumo de 100 mil pessoas. “Estamos concluindo mais uma obra muito importante para o Paraná e para o Brasil, antes do prazo estabelecido pela Agência Nacional de Energia Elétrica, a Aneel, e dentro do orçamento previsto. Destaco, aqui, a atuação competente das equipes da Copel que superaram muitos desafios e as restrições impostas pela pandemia para alcançar esse resultado excelente”, diz o diretor de Geração e Transmissão da Copel, Moacir Carlos Bertol.

Na tarde de domingo (15), foi concluído o último teste exigido pela Aneel, que consiste no funcionamento adequado da unidade, com carga máxima, durante 24 horas ininterruptas. Vencida esta etapa, a energia gerada por essa terceira máquina passou a ser disponibilizada na rede elétrica local que faz a conexão com o Sistema Interligado Nacional a partir da subestação Dois Vizinhos.

A PCH Bela Vista tem 29,81 MW de potência instalada, sendo 29,322 MW nas três unidades geradoras que já operam na casa de força principal e 0,488 MW na unidade instalada na casa de força complementar, que fica junto à barragem e vai gerar energia aproveitando a vazão mínima de água que não pode ser represada, e vai escoar de forma permanente no trecho abaixo do barramento, mantendo a condição ambiental adequada do rio.

Com uso de drones na inspeção das redes, Copel evita desperdício e reforça segurança do processo
Esse quarto gerador está em fase de montagem e seguem também em andamento as atividades finais de reintegração do canteiro de obras à paisagem natural e conclusão de serviços para desmobilização das empresas contratadas até o final do mês de setembro.

Fonte e foto: Agência Estadual de Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *