Governador autoriza promoções e progressões a 9.860 profissionais da Segurança Pública

O governador Carlos Massa Ratinho Junior autorizou nesta terça-feira (17) o pagamento de promoções e progressões a 9.860 profissionais da Secretaria de Estado da Segurança Pública. O avanço na carreira, com a destinação de R$ 19,2 milhões até o final do ano, faz parte de uma série de melhorias implantadas pelo Governo do Estado na área, que inclui também a modernização da frota, armamentos e equipamentos, além de outras medidas de valorização das forças de segurança.

Serão beneficiados 6.882 policiais e bombeiros militares (oficiais e praças), 1.546 profissionais da Polícia Civil, 181 da Polícia Científica e 1.251 agentes penitenciários. Em maio, o governador já tinha autorizado a promoção de 115 oficiais e de 554 praças, ao custo de R$ 6,5 milhões, além da regulamentação da diária extrajornada para as Polícias Civil, Militar e Científica.

Evento discute atendimento a egressos, monitorados e pessoas em alternativas penais
Além disso, na semana passada foram entregues 160 novos veículos para as Polícias Civil e Militar, um investimento de R$ 28,6 milhões. “Entre os desafios que tínhamos para a área da segurança estava a modernização dos equipamentos e da frota e a valorização desses profissionais que são essenciais para o Paraná”, disse o governador. “Em termos de preparo, nossas forças de segurança não perdem para nenhuma outra do mundo, por isso merecem a valorização e os equipamentos mais modernos que existem”.

O planejamento na secretaria estadual da Segurança Pública traz reflexos positivos no dia a dia, destacou Ratinho Junior. “Os índices de criminalidade estão caindo, a Polícia Civil tem melhorado a qualidade e o patamar de trabalho e a Polícia Militar está presente em todos os municípios paranaenses, graças à regulamentação da diária extrajornada, protegendo as nossas cidades”, afirmou.

O secretário estadual da Segurança Pública, Romulo Marinho Soares, explicou que junto à valorização profissional, o Governo do Estado também prevê a contratação de novos agentes com a realização dos concursos públicos, que foram adiados por causa da pandemia. O da PM foi realizado em junho e o da Polícia Civil está previsto para acontecer em outubro.

“A possibilidade de promoção e progressão de quase 10 mil integrantes da Segurança Pública representa a valorização do nosso pessoal. Isso nos obriga a trabalhar ainda mais, os trabalhadores se sentem motivados a fazer um excelente trabalho em prol da população paranaense”, disse Marinho. “Junto a isso, fizemos há dois meses o concurso para a contratação de 2,4 mil policiais militares e está previsto para outubro o concurso para delegados, investigadores e papiloscopistas para a Polícia Civil”.

Fonte e foto: Agência Estadual de Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *