Palmas encaminha fim da colheita da maçã

A estimativa da safra 2020/2021 indica que a produção de maçã nos pomares em Palmas deverá supera as 13 mil toneladas em uma área de pouco mais de 300 hectares. Esse volume representará 44% da produção estadual, projetada para 29,2 mil toneladas.

Conforme o Diretor da Associação Brasileira dos Produtores de Maçã(ABPM), Ivanir Dalanhol, a participação no cenário estadual aumentou aproximadamente 10% este ano, em razão de queda nas variedades precoces em outros municípios produtores, afetados por geadas tardias no ano passado. “Palmas, capital estadual da maçã, normalmente participa com 35% da produção estadual”, disse ele.A colheita nos pomares palmenses deverá ser encerrada nos próximos dias, encerrando o ciclo com a variedade fuji.

Em nível nacional, a produção deverá fechar em 1, 2 milhões de toneladas. O fruticultures enfrentam, conforme Dalanhol, adversidades ocasionadas pela pandemia que diminuiu o consumo. Dentre os fatores está suspensão das aulas e sem direcionamento do fruto para a merenda escolar; fechamento de centros de comercialização pelas medidas de prevenção à Covid e redução do poder aquisitivo da população.
“ Em Palmas os produtores estão armazenando a produção nas câmaras frias da Codapar, aguardando uma melhora no consumo”, disse ele.

Fonte e foto: Portal RBJ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *