Mulher denuncia médico da UPA por abuso sexual

Uma mulher moradora de Pato Branco procurou a Delegacia da Mulher denunciando um abuso sexual ocorrido no dia 11 de novembro na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), durante uma consulta.

Segundo a delegada Franciela Alberton, a vítima disse que procurou a unidade de saúde, pois estava com dores na garganta e nas costas com suspeitas que estivesse com Covid-19.

Segundo ela, o médico pediu para ela entrar no consultório, trancou a porta, encostou um objeto para que não fosse aberta e durante o exame passou a tocar em suas partes íntimas, alheios aos sintomas da mulher e inclusive com atos libidinosos.

Ao final ele receitou para a paciente remédios para dores na garganta e nas costas.

A delegada informou que o médico já vinha sendo investigado por atos similares praticados em Santa Catarina e solicitou uma medida cautelar pedindo o afastamento do médico da UPA que foi deferida pelo Poder Judiciário.

O nome do médico não foi divulgado pois o caso corre em segredo de Justiça e outras vítimas podem procurar a polícia para denunciar. A delegada vai ouvir mais algumas pessoas e concluir o inquérito que será encaminhado ao Ministério Público.

Fonte: Jornal Diário do Sudoeste – Foto: Agência Estadual de Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *