Justiça interdita loja em posto de combustíveis após show com mais de 200 pessoas, em Salto do Lontra

A Justiça interditou uma loja de conveniência de um posto de combustíveis em Salto do Lontra, no sudoeste do Paraná, por descumprimento às normas de restrição contra o novo coronavírus.

De acordo com o Ministério Público do Paraná (MP-PR), o local promoveu uma festa com música ao vivo que causou aglomeração de mais de 200 pessoas, que se concentraram no pátio do posto. O evento, de acordo com o MP-PR, ocorreu no fim de semana, e a loja foi interditada na quarta-feira (24).

Com a decisão judicial, a loja de conveniência ficou proibida de vender qualquer produto, além de não poder promover nenhum tipo de aglomeração, sob pena de multa de R$ 50 mil em caso de descumprimento.

O posto, conforme o MP, pode continuar vendendo combustíveis, por se tratar de serviço essencial. O promotor Leandro Suriani Masão Gobi disse que o posto já havia sido notificado duas vezes, em 2020, por tentar promover eventos com aglomeração de pessoas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *