Your API key has been restricted. You may upgrade your key at https://www.weatherbit.io.
Your API key has been restricted. You may upgrade your key at https://www.weatherbit.io.

Jucepar apresenta resultados do 1º trimestre

A Junta Comercial do Paraná (Jucepar), vinculada à Secretaria da Indústria, Comércio e Serviços, apresentou nesta segunda-feira (13) ao Conselho de Administração o desempenho do primeiro trimestre deste ano. No encontro, também foi confirmada a data de 2 de julho para a inauguração da nova sede da entidade, que completará 132 anos de existência neste mesmo dia.

O relatório contábil e financeiro relativo ao período de janeiro a março mostra que as receitas totais da Jucepar, oriundas de impostos e taxas de serviços, somaram R$ 14,1 milhões, montante 9,2% superior ao mesmo período do ano passado. As despesas totais somaram R$ 5,4 milhões. O repasse constitucional de 30% das receitas ao Tesouro do Estado relativo à Desvinculação de Recursos dos Estados e Municípios (Drem), representou R$ 3,7 milhões no primeiro trimestre.

O presidente da Jucepar e secretário executivo do Conselho de Administração, Marcos Sebastião Rigoni de Mello, ressaltou o trabalho dos servidores da entidade. Segundo ele, além dos resultados internos, mas mudanças implementadas nos últimos anos projetam um ambiente de negócios cada vez mais favorável. Isso é confirmado pelos resultados apresentados com o número de movimentações de processos, abertura de empresas e, principalmente, pelo tempo para registro de uma empresa.

“Já estamos com 8 horas no tempo de abertura. A cada mês, baixamos o tempo, batendo novos recordes. Nosso projeto é chegar a 6 horas, mas para isso tem que haver a automatização dos municípios, que é o próximo passo do processo de desburocratização”, disse. A automatização tem relação com o georreferenciamento a ser disponibilizado pelas prefeituras para os empreendedores no momento de abertura de novas empresas.

Além disso, o presidente da Jucepar destacou a boa posição do Paraná no ranking nacional. Entre os estados mais bem posicionados em relação ao tempo de abertura, o Paraná é o que possui o maior volume de processos. A relação com a média nacional também mantém um patamar de cerca de 24 horas, ou seja, o empresário paranaense leva um dia a menos com questões burocráticas para abrir uma empresa.

Esse bom momento econômico do Paraná também foi destacado pelo diretor-geral da Secretaria da Indústria, Comércio e Serviços e representante do presidente do Conselho de Administração, Christiano Souto Puppi. “Os indicadores da Junta Comercial nada mais são do que o espelho do bom momento que o Paraná vive na área econômica. A redução no tempo de abertura de empresas se deve às políticas do Governo do Estado, que preza pela liberdade econômica, inclusive com a edição do Decreto do Baixo Risco, que dispensa a licença de 771 atividades”, afirmou.

Fonte e foto: Agência Estadual de Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *