Grupo Krindges inaugura franquia produtiva em Pinhal de São Bento

Devido às mudanças de mercado e a necessidade de garantir coleções com qualidade e cada vez mais assertivas, o Grupo Krindges inaugurou nesta terça-feira (08), a 1ª franquia produtiva na cidade de Pinhal de São Bento/PR. Essa é uma parceria feita por meio de políticas públicas locais fomentadas com a Prefeitura Municipal e com a 4 E Confecções, empresa que fará o abastecimento e entrega para as marcas Docthos e Guilherme Soul.

Com o reconhecimento das duas marcas na moda masculina nacional e o aumento das vendas, surge a necessidade de maior produção na fábrica. “Junto com Ampére/PR e São Miguel do Iguaçu/PR agora contamos com a equipe de Pinhal/PR. Esse é um projeto piloto: fábricas menores com flexibilidade produtiva e principalmente em locais/cidades que dispõem de mão de obra, ” é o que explica o CEO do Grupo Krindges, Leonardo Krindges.

Nesse primeiro momento serão ofertadas 30 vagas de emprego para pessoas que buscam desenvolvimento e oportunidade, mas a ideia é elevar o número de trabalhadores próximo a 100. A Franquia produtiva é um modelo de mini fábricas que garante produção ágil com alta performance. “Em Pinhal de São Bento/PR, vamos fornecer toda a estrutura tecnológica com máquinas e expertise técnica, com o acompanhamento de Cronoanálise, Qualidade e Manutenção, suportes de áreas de staff. Fica sob responsabilidade da franqueada oferecer a equipe profissional e gestão produtiva,” comenta o gerente de operações Babington Alexandre Jaworski.

O prefeito Paulo Falcade manifestou alegria por ver o empreendimento tomando conta em Pinhal e destacou que isso traz uma série de benefícios para a população local. “Quando as pessoas têm seus empregos, elas também conquistam mais independência e dignidade e além disso a distribuição de renda acontece em nossa cidade”, destacou Falcade.

Grupo Krindges: mais de quatro décadas na vanguarda do mercado têxtil do Brasil
É a moda com história. Há 44 anos no mercado, a empresa brasileira, o Grupo Krindges, iniciou sua trajetória de sucesso na sede matriz na cidade de Ampére/PR. Com o crescimento do negócio, foi inaugurada em 2003 a unidade produtiva em São Miguel do Iguaçu/PR.

O grupo possui mais de 2.500 pontos de vendas no canal multimarcas por meio das marcas Guilherme Soul e Docthos. Atua no canal monomarca com a Docthos, com loja física em Curitiba/PR e no canal e-commerce.

A empresa tem duas lojas que revendem todas as suas marcas nas cidades de Ampére/PR e São Miguel do Iguaçu/PR. E finalmente, uma terceira unidade de negócio de Private Label, que atende outras marcas da cadeia têxtil como: Renner, Grupo Lunender, Colcci, Foxton entre outras.

As duas marcas que fazem parte do grupo são: a Docthos com estilo autêntico e atitude moderna. São peças que unem conforto, mobilidade e a essência da alfaiataria contemporânea em roupas descoladas que combinam tecnologia e inovação. E a Guilherme Soul, que traz soluções versáteis, descomplicadas e atemporais e inteligentes no segmento masculino.

O Grupo Krindges investe em automação e tecnologia dos seus processos e possui um dos parques fabris mais modernos do Brasil com equipamentos de primeira linha produzidos na Alemanha, Itália, Japão e EUA.

Pessoas
Para o CEO do Grupo Krindges, Leonardo Krindges, o investimento em capacitação e qualificação dos seus colaboradores é uma prioridade constante da empresa por meio do projeto da Universidade Corporativa Krindges (UNIK). “As pessoas fazem a diferença. Ter um time alinhado com os objetivos de mercado e da organização, capaz de ler as tendências e implementar isso nas coleções e um time que trabalha em equipe tem mostrado ser o grande diferencial do nosso negócio,” explica.

O constante estímulo ao aprendizado, o trabalho em equipe e a troca de experiências trouxe para a empresa a conquista da certificação GPTW – Great Place to Work – Melhores Empresas para se Trabalhar no ano de 2018.

Sustentabilidade
O compromisso em minimizar os danos ao meio ambiente e a responsabilidade social nos seus processos fazem parte da postura da empresa. Para a produção fabril, 40% de toda a energia utilizada é feita com placas fotovoltáicas, com capacidade média de geração de energia sustentável de 28,5 megawatts de energia/mês.

Em relação à matéria-prima, o Grupo Krindges faz parte da ONG BCI – Better Cotton Initiative (Genebra/Suíça), que visa melhorar a produção mundial do algodão. Além disso, a empresa faz parte do movimento Sou de Algodão, que fortalece e promove a sustentabilidade e o consumo consciente na moda.

Fonte: Assessoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *