Francisco Beltrão tem a cesta básica mais cara do Sudoeste

A pesquisa da cesta básica realizada mensalmente pelos acadêmicos da UNIOESTE de Francisco Beltrão, ligados ao curso de Ciências Econômicas e o Grupo de Pesquisa Econômica, Agricultura e Desenvolvimento mostrou um poder de compra menor na região sudoeste do estado.

A análise do comportamento do custo da cesta básica realizada em quatro cidades: Dois Vizinhos, Francisco Beltrão, Pato Branco e Realeza, mostrou que, em dezembro, houve um aumento no custo da cesta básica em todas as localidades. O aumento mais expressivo foi em Dois Vizinhos, 4,57%; seguido por Pato Branco, 3,16%; Realeza, 2,60%; e com a menor alta, Francisco Beltrão, 2,5,9%.

Em valores nominais, o preço da cesta básica individual mais elevada foi a de Francisco Beltrão, R$ 494,10, seguida por Realeza, R$ 484,52, Pato Branco, R$ 484,29, e a de menor custo foi a de Dois Vizinhos, R$ 482,18.

A pesquisa da cesta básica realizada mensalmente pelo Dieese constatou, para o mês de dezembro, que o custo do conjunto dos alimentos de primeira necessidade para as refeições de uma pessoa adulta apresentou aumento de preços em 9 das 17 capitais pesquisadas. As maiores altas foram registradas em João Pessoa (4,47%), Brasília (3,35%) e Belém (2,96%). Entre as 8 capitais que apresentaram baixa, as mais significativas foram registradas em Campo Grande (-2,14%) e Salvador (-1,85%).

Fonte: Portal RBJ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *