Francisco Beltrão registra maior alta na cesta básica aqui no sudoeste

O custo médio da cesta básica em 16 das 17 capitais que são alvos na pesquisa do DIEESE (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos) aumentou. Os números mais altos foram registrados em Brasília, na capital nacional o preço subiu 6,36%.

No sudoeste do Paraná a pesquisa do custo da cesta básica de alimentação foi desenvolvida pela turma de pesquisa em economia, agricultura e desenvolvimento que é do curso de Ciências Econômicas da UNIOESTE aqui de Francisco Beltrão, supervisionados pelo professor José Maria Ramos, apontou que em janeiro o custo médio da cesta básica aumentou em duas das três cidades pesquisadas.

Em Francisco Beltrão foi registrada que a alta foi de 2,28%, em Dois Vizinhos a alta foi de 1,95 e na cidade de Pato Branco a retração foi de 0,78%. Em valores monetários, a alta em relação ao mês anterior foi de R$ 11,87 em Francisco Beltrão, em Dois Vizinhos R$ 10,40 e em Pato Branco a redução foi de R$ 4,12. O maior valor nominal de cesta básica de alimentação no âmbito pela turma da UNIOSTE foi em Dois Vizinhos, com o custo de R$ 543,59, em seguida vem Francisco Beltrão com o custo de R$ 532,37, enquanto a de Pato Branco tem o menor valor custando R$ 520,90.

Segundo uma tabela divulgada pela turma de Ciência Econômicas, o arroz teve uma queda de 3,99% de dezembro a janeiro, o feijão teve uma alta de 3,79%, destaque também para o café que aumentou 11,48% aqui no sudoeste.

Fonte e foto: Assessoria com Portal RBJ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *