DER desabilita vencedora e convoca nova empresa em licitação para obras na PRC-280

O Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER-PR) inabilitou a empresa TCE Engenharia no processo licitatório para restauração da PRC-280 entre Palmas e o Trevo do Horizonte. A empreiteira havia sido declarada vencedora do certame, mas foi desabilitada após recursos apresentados por outros concorrentes. Com isso, uma nova empresa foi convocada pelo departamento para o andamento da licitação.

No inicio do mês de fevereiro, o DER anunciou que a TCE Engenharia havia sido a primeira classificada no certame e tinha apresentado toda a documentação de acordo com o estabelecido no edital, sendo declarada vencedora da licitação, com uma proposta de R$ 106.890.000,00.

Entretanto, duas empresas concorrentes na licitação, a Tucumann Engenharia e a Construtora Sanches Tripoloni, apresentaram recursos, afirmando que a empresa declarada vencedora não cumpria com a integralidade das exigências dos editais.

Após análises dos recursos e das respostas da empresa TCE, a comissão julgadora do DER acatou os recursos das concorrentes, inabilitando a empresa até então vencedora do certame.

Dessa forma, o departamento convocou a segunda colocada no processo licitatório, a Construtora Sanches Tripoloni para apresentar as documentações necessárias até a próxima quinta-feira (04). Caso tenha cumprido todas as determinações do edital, a construtora será declarada a nova vencedora da licitação e deverá conduzir as obras pelo valor de R$ 107.445.000,00.

A obra consistirá na restauração de todo o pavimento entre o Trevo do Horizonte e Palmas, numa extensão de 60 quilômetros. A rodovia está em pavimento flexível, e deverá ser restaurada com pavimento rígido, pelo método whitetopping. De acordo com a Associação Brasileira de Cimento Portland, o whitetopping é o recapeamento de pavimentos asfálticos com concreto de cimento. A origem do termo whitetopping (“cobertura branca”) refere-se à execução da camada de pavimento de concreto, de cor cinza clara, com a função de base e revestimento, colocada sobre um revestimento asfáltico existente, que tem cor escura.

O whitetopping pode ser executado diretamente sobre o pavimento asfáltico, “encaixado” com fresagem ou com a remoção parcial do pavimento existente, que, neste último caso, recebe o nome de inlay. Na PRC-280, é prevista a correção do greide, ou nível do pavimento, a fim de receber as placas de pavimento de concreto. Nos acostamentos, será necessário também a reciclagem de sub-base com incorporação de parte da estrutura do acostamento e adição de brita e 4% de cimento – 20 cm.

A previsão do governo do Estado é entregar a ordem de serviço para a empresa neste mês de fevereiro. A licitação ocorreu na modalidade Regime Diferenciado de Contratações Integrado (RDCi), permitindo a elaboração do projeto e a execução da obra em um mesmo contrato. Após a emissão da ordem de serviço, a construtora terá 15 meses para realizar a obra. Nos primeiros 90 dias deve ser elaborado o Projeto Básico e nos primeiros 150 dias o Projeto Executivo de Engenharia da Obra. Os serviços preliminares da obra têm início já com a conclusão do Projeto Básico.

Fonte e foto: Portal RBJ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *