Cadeia pública de Pato Branco inaugura consultório médico para apenados

A cadeia pública de Pato Branco deu início na quinta-feira, 18, ao atendimento médico das pessoas privadas de liberdade, através de um novo consultório médico, parceria do Depen (Departamento Penitenciário) com a Prefeitura de Pato Branco, através da Secretaria Municipal de Saúde.

O objetivo é prestar uma assistência médica nos moldes do que já ocorre nas penitenciárias, diminuindo o número de escoltas para saídas médicas. O espaço destinado às consultas foi reformado e equipado com recursos e equipamentos do próprio Depen.

Droga k4 ainda não chegou na região, mas autoridades prisionais estão precavidas
Os atendimentos aos apenados já tiveram início por meio do médico Roberto Frederico Conrado Rivas Marquez e das enfermeiras Sandra Borba Campolina e Hesni Ferraz. Sandra foi designada pela Prefeitura e toda sua jornada de trabalho será nas dependências da cadeia pública de Pato Branco.

A sala médica trará uma série de benefícios não só aos presos, mas também à comunidade local como maior segurança e melhoria do fluxo nos postos de saúde, UPA e outros órgãos de saúde, pois para fazer um tratamento simples, os reeducandos tinham que ser algemados e escoltados até uma unidade da rede pública e isso causava constrangimento ao preso e à população.

Além disso, eles ‘passavam na frente’ dos demais pacientes, congestionando o sistema.Osvaldo Soares da Cunha, chefe da cadeia pública de Pato Branco, agradeceu às profissionais de saúde da PEFB que auxiliaram nos atendimentos até que essa parceria com a Prefeitura se concretizasse.

Segundo ele, o consultório médico na cadeia pública de Pato Branco era uma demanda antiga, agora sanada graças à compreensão da Secretaria Municipal de Saúde.O coordenador regional do Depen, Marcos Andrade, afirma que a cadeia de Pato Branco está se tornando a cada dia um local mais digno para os que cumprem pena.

Fonte: Jornal de Beltrão – Foto: Assessoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *