UFFS encerra formação com professores brasileiros e argentinos

Terça-feira, 1º, a Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), campus de Realeza, promoveu um evento on-line que marcou o encerramento das atividades do projeto de extensão destinado à formação de professores que atuam no Projeto Escola Intercultural Bilíngue de Fronteira.

A palestra “A educação necessária para um mundo sem pandemia”, proferida pela socióloga Helena Singer, também contou com a participação de professores e acadêmicos que atuam no Programa Residência Pedagógica e no Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (Pibid) da UFFS.

O Curso Escola Intercultural de Fronteira – Currículo Base do Território Catarinense e Temas Contemporâneos contou com a participação de, aproximadamente, 40 professores das escolas estaduais Governador Irineu Bornhausen e Theodureto de Faria Souto, de Dionísio Cerqueira (SC), e da Escuela Frontera N° 604, de Bernardo de Irigoyen, localizada na Província de Misiones, na Argentina.

A formação foi ministrada por professores da UFFS dos campi Realeza e Chapecó.

O curso foi composto por oito módulos, todos ministrados remotamente, abordando aspectos sobre: Base Nacional Comum Curricular (BNCC), Educação Integral e Educação Financeira; Multiculturalismo e Direitos Humanos; Saúde e Interculturalidade; e Meio Ambiente e Arte na Fronteira.

“Foi uma capacitação que não se restringiu aos aspectos tecnológicos, mas ligados aos princípios da formação integral. Entramos entusiasmados e encerramos essa etapa com uma base teórico-prática enorme, trazendo um diferencial qualitativo para o processo ensino-aprendizagem de nossos estudantes”, comentou a professora Zelandia Cecconi, em nome dos participantes do curso.

Os participantes da formação apresentaram planos de ação didática, traçando estratégias de ensino, propostas metodológicas, experiências práticas e aperfeiçoamento de materiais didáticos.

“Avaliamos de forma positiva todo o processo do curso, que, para além dos temas contemplados, aproximou professores da educação básica e professores do ensino superior, colaborando com ambas as realidades de docência nesse momento histórico peculiar que estamos vivendo. O desafio de repensar as práticas pedagógicas desestabilizou os docentes de todos os níveis do ensino e isso, de certa forma, nos unificou e fortaleceu, pois foi necessário reinventar nossas ações e estratégias de forma coletiva”, disseram os coordenadores do projeto, professora Ana Carolina Teixeira Pinto (Campus Realeza) e professor Elsio José Corá (Campus Chapecó).

Palestra
A palestra “A educação necessária para um mundo sem pandemia”, com a socióloga Helena Singer, foi transmitida pelo canal do Practice UFFS no YouTube, onde está disponível, e também marcou uma das últimas conferências de formação do Pibid e Residência Pedagógica.

Durante a palestra, a socióloga apresentou pesquisas recentes sobre novas práticas de aprendizagem na pandemia, a participação da família na educação e questionamentos sobre uma visão reducionista do papel escolar, limitado ao aspecto disciplinar e instrucional.

Fonte: Assessoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *