UFFS e Copel celebram acordo de cooperação técnica para implantação de projeto de eficiência energética em Realeza

A Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) – Campus Realeza celebrou o acordo de cooperação técnica com a Companhia Paranaense de Energia (Copel) que viabilizará a instalação de uma usina fotovoltaica e a substituição de parte do sistema atual de iluminação. O Campus Realeza teve o projeto selecionado no Programa de Eficiência Energética executado pela Copel, regulamentado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), na Chamada Pública nº 002, de 2019.

O investimento no valor aproximado de R$ 2,1 milhões busca substituir 6.249 lâmpadas, com a instalação de lâmpadas mais eficientes de tecnologia LED. Também será instalada uma usina formada por um conjunto de 969 módulos geradores de energia solar fotovoltaica. Do valor total, R$ 1,8 será aportado pela Copel, enquanto a UFFS destinará cerca de R$ 250 mil.

Neste mês de julho, foi realizada a primeira reunião entre os responsáveis do projeto e a equipe da Copel. Nela foram apresentados detalhes quanto ao preenchimento de relatórios mensais e demais informações sobre a execução das atividades, entre elas a contratação de uma empresa de serviço de energia (ESCO) que dará o suporte técnico no decorrer de todo o projeto. Além disso, a equipe também planeja ações de treinamento e marketing.

“A partir desta contratação, vamos proceder com as próximas, licitando serviços de medição e verificação das nossas demandas energéticas. Esta etapa visa averiguar se realmente o diagnóstico energético apresentado no momento da submissão do projeto está de acordo com a realidade do Campus. A partir desse diagnóstico, será possível iniciar a substituição de lâmpadas no Campus Realeza”, detalhou a coordenadora administrativa do Campus e integrante do projeto, Edinéia Paula Sartori Schmitz.

Assinatura
O acordo de cooperação técnica entre a UFFS e a Copel foi assinado eletronicamente no mês de junho pelo reitor da UFFS, Marcelo Recktenvald, e os representantes da Copel, Julio Shigeaki Omori (superintendente de Smart Grid e Projetos Especiais) e Hemerson Luiz Barbosa Pedroso (superintendente de Gestão Empresarial da Copel Distribuição). O acordo inclui ainda a participação da Fundação de Apoio à Educação, Pesquisa e Desenvolvimento Científico e Tecnológico da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (FUNTEF/PR), como interveniente, sendo responsável pelo gerenciamento dos recursos e fiscalização do contrato. O diretor superintendente da FUNTEF/PR, Humberto Remigio Gamba, também assina o documento.

O projeto prevê uma redução de aproximadamente 60% no consumo anual de energia elétrica para a UFFS – Campus Realeza. Para além da economia de energia elétrica, destacam-se outros benefícios como a redução de manutenção com equipamentos, a menor carga no sistema elétrico, o maior conforto aos usuários – com a melhoria de reprodução de cores e menor aquecimento – , bem como a disseminação de tecnologia mais eficiente e sustentável.

O projeto de eficiência energética da UFFS – Campus Realeza foi desenvolvido por um grupo de servidores do campus e contou com o apoio de pesquisadores da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) – Campus Pato Branco.

Fonte e foto: Assessoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *