Your API key has been restricted. You may upgrade your key at https://www.weatherbit.io.
Your API key has been restricted. You may upgrade your key at https://www.weatherbit.io.

UFFS – Campus Realeza recebe mais de mil visitantes durante XII Seminário de Ensino, Pesquisa e Extensão

Promover a interação entre a comunidade acadêmica e a sociedade em geral, esse foi um dos objetivos do XII Seminário de Ensino, Pesquisa e Extensão (SEPE) da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) – Campus Realeza. O evento está vinculado à temática da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia: “Ciências Básicas para o Desenvolvimento Sustentável” e durante os quatro dias de atividades mais de mil pessoas visitaram a Instituição, além de participarem de palestras e oficinas que trouxeram informações sobre questões educacionais, científicas e sociais. A finalização foi nesta quinta-feira (19) com a apresentação de trabalhos na II Mostra da Produção Acadêmica.

Um dos diferenciais no evento foi a interação entre estudantes do ensino fundamental e médio com a comunidade acadêmica da UFFS. Cerca de 700 estudantes de 12 escolas da região Sudoeste participaram das mais de 20 atividades organizadas pelo Projeto de Extensão “UFFS Portas Abertas”. O roteiro incluiu a visita aos diferentes laboratórios, Hospital Veterinário Universitário e bloco de salas de aula. Ao longo do percurso, os visitantes participaram de experiências didáticas e jogos pedagógicos organizados pelos acadêmicos de graduação e pós-graduação, professores e técnicos do Campus Realeza.

 

O projeto é uma forma de estimular o interesse dos estudantes da região a acessarem o ensino superior, conhecendo o ambiente universitário, esclarecendo dúvidas sobre os cursos de graduação e o processo seletivo. A UFFS utiliza como principal forma de ingresso o Sistema de Seleção Unificada (SiSU), do Ministério da Educação. A seleção dos estudantes se dá com base nos resultados da última edição do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM). Há reserva de vagas para candidatos que cursaram integralmente ou parcialmente o ensino médio em escolas públicas, autodeclarados pretos, pardos ou indígenas, e pessoas com deficiência. O preenchimento da reserva de vagas também considera a renda familiar do candidato.

Entre os visitantes, o estudante do ensino médio de Santa Izabel do Oeste, Daniel Stein Ono, de 18 anos, conseguiu tirar dúvidas sobre os cursos de Letras, Física e Química. “Tinha dúvida sobre os conteúdos que a gente estuda durante a graduação e me interesso mais pelos cursos de licenciatura, acho esses mais legais”. Já o estudante de Pérola d’Oeste Eduardo Henrique Crestani, de 17 anos, almeja ingressar no curso de Medicina Veterinária e a visita ao Museu de Morfologia Animal foi uma surpresa. “Vimos diversos ossos e esqueletos. Sempre sonhei em ser veterinário, e isso me chamou mais atenção. A visitação é uma experiência única, porque podemos conhecer diversas áreas para podermos escolher, tirar dúvidas e aprender cada vez mais sobre cada uma delas”, explicou.

O diretor do Campus Realeza, Marcos Antonio Beal enfatizou que o XII SEPE cumpre um papel importante para potencializar a integração e a indissociabilidade entre o ensino, a pesquisa e a extensão, missão educacional da Universidade. “O conjunto de atividades que trouxemos ao longo dessa semana busca ampliar e aprofundar a conexão e o significado do mundo da missão social que repousa sobre a Universidade”, concluiu.

 

A finalização do evento foi com a II Mostra da Produção Acadêmica, uma oportunidade para socializar e avaliar os resultados dos diferentes projetos de iniciação científica, acadêmica, docência e de extensão desenvolvidos pelos estudantes da UFFS, além de fortalecer a cultura da investigação científica e a publicação de resultados. Ao todo, a mostra reuniu a apresentação de 59 trabalhos desenvolvidos por acadêmicos e professores dos oito cursos de graduação do Campus Realeza: Física, Química, Letras – Português e Espanhol, Ciências Biológicas, Medicina Veterinária, Nutrição, Pedagogia e Administração Pública, além do Programa de Pós-Graduação em Saúde, Bem-estar e Produção Animal Sustentável.

Essa é a primeira vez que a acadêmica do curso de Nutrição, Letícia Klagenberg Chiapetti, participou da Mostra da Produção Acadêmica. A estudante de Realeza apresentou o trabalho do Projeto de Extensão CapacitaNutri com a elaboração e divulgação de materiais sobre rotulagem de alimentos para as redes sociais. “Com o uso do Instagram, divulgamos informações sobre rotulagem e as ações que desenvolvemos dentro da comunidade”. A experiência de participar da mostra foi relevante para a acadêmica. “Não estava esperando que na segunda fase do curso já apresentasse um resumo. Foi bem importante para ganhar experiência”, comentou.

A médica veterinária formada na UFFS, Pauline Silva dos Santos, é outra participante da Mostra e apresentou o trabalho desenvolvido no Programa de Pós-Graduação em Saúde, Bem-estar e Produção Animal Sustentável, onde é mestranda. “É sempre muito interessante poder apresentar de novo em eventos acadêmicos, a gente volta com outro olhar, traz novidades e mais informação para agregar”, destacou. Em seu estudo, ela relata a eficácia do uso de cadáveres para treinamento de procedimentos cirúrgicos veterinários. “As vezes o cadáver do animal é descartado de maneira incorreta, porém quando há a doação, convertemos em estudo”, explicou.

Fonte e foto: Assessoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *