Presidente estadual do PSDB, Paulo Litro deverá deixar o partido

A cúpula Nacional do PSDB, através do presidente Bruno Araújo e o governador de São Paulo João Dória, anunciou a pré-candidatura ao Governo do Paraná do ex-prefeito de Guarapuava, Cesar Silvestri Filho, o que desagradou alguns líderes da sigla.

Diante desta situação, o deputado estadual Paulo Litro, que é o presidente estadual do PSDB, deverá deixar o partido. O duovizinhense fez parte da base de apoio do Governador Ratinho Júnior (PSD), que deverá disputar a reeleição em 2022. Paulo já tem conversas com outros partidos que fazem parte da base de apoio do governador, entre eles Podemos, União Brasil e PP. Seu pai, o ex-deputado Luiz Fernando Litro, também deverá deixar o PSDB e segui-lo em uma nova sigla.

Nomes que ensaiavam uma filiação na janela partidária, como os deputados Luiz Fernando Guerra (PSL), Tião Medeiros (PTB) e o ex-deputado Do Carmo (PSL), já articulam com outros partidos.

Além de Paulo Litro, o presidente da Assembleia Legislativa do Paraná, deputado Ademar Traiano, deverá filiar-se no PSD, partido liderado por Ratinho Júnior.

Fonte: Portal Educadora/Dois Vizinhos – Foto: Assessoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *