Paraná segue Anvisa e suspende vacinação de gestantes com Astrazeneca

A secretaria de Estado da Saúde do Paraná emitiu nota pública no início da noite desta terça (11) orientando que os municípios suspendam temporariamente a vacinação da Astrazeneca/Fiocruz para as gestantes, conforme recente posicionamento da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) até novo entendimento. “A Sesa ressalta ainda que a bula do imunizante deve ser seguida, specialmente com a devida avaliação e acompanhamento médico. Para as gestantes que já foram vacinadas, é importante que os serviços de saúde monitorem qualquer reação adversa”, diz a nota da Sesa.

A Anvisa emitiu nota no final da noite desta segunda (10), recomendando a suspensão imediata do uso da vacina contra a covid-19 desenvolvida pela AstraZeneca em parceria com a Universidade de Oxford em gestantes. No Brasil, o imunizante é produzido pela Fundação Oswaldo Cruz (FioCruz).

A vítima, uma gestante de 35 anos, teria desenvolvido uma trombose dias após ser vacinada. O Ministério da Saúde investiga o caso. “Foi notificada à Anvisa, na última sexta (07 de maio de 2021), pelo próprio fabricante da vacina Oxford/AstraZeneca/Fiocruz, a Fiocruz, a suspeita de evento adverso grave de acidente vascular cerebral hemorrágico com plaquetopenia ocorrido em gestante e óbito fetal. A Anvisa iniciou imediatamente a avaliação do caso.”, informou a Anvisa.

Fonte: Portal Bem Paraná – Foto: Reprodução internet

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *