Paraná lidera ranking de abertura de empresas no País em fevereiro

A Junta Comercial do Paraná (Jucepar) liderou o ranking de agilidade na abertura de empresas em fevereiro deste ano, segundo o Redesim, mapeamento dinâmico realizado pela Receita Federal. A média foi de 1 dia e 9 horas em 2.448 solicitações analisadas, à frente de Goiás (1 dia e 12 horas), Roraima (1 dia e 13 horas) e Sergipe (1 dia e 14 horas). A média nacional no mês passado foi de 3 dias e 16 horas.

O Paraná saltou da 3º colocação geral em janeiro para a 1º posição em fevereiro, melhorando o tempo médio de abertura, que estava em 1 dia e 16 horas, à época atrás de Sergipe e Goiás. Apenas oito estados e o Distrito Federal tiveram tempo médio inferior a 3 dias no País no mês passado.

O tempo médio é calculado a partir da consulta de viabilidade (nome e endereço) e validação. O Paraná apresentou o melhor tempo médio de consulta, com 17h23m, o 8º melhor no nome, com 4h07m, e o 2º melhor na comprovação de endereço (entre a solicitação e a análise locacional da empresa, de responsabilidade da prefeitura), com 16h21m. Também foi o 5º melhor tempo médio de registro, com 15h17m.

Os resultados são fruto da digitalização dos processos: desde 2020 a Junta Comercial recebe essas solicitações de maneira 100% digital, acelerando tanto a abertura quanto o encerramento de empresas. A atuação integrada em todo o Estado também fez com que o Paraná continuasse gerando oportunidades de negócios e empregos nos últimos meses, mesmo em meio à pandemia.

“A Junta Comercial do Paraná vem se destacando no cenário nacional como uma das líderes no ranking da Redesim. No último mês de fevereiro, confirmamos a nossa posição de destaque ocupando o 1º lugar a nível de Brasil. Isso só foi possível à custa de muito trabalho e inovação. Com a implantação da Junta 100% Digital, transformamos a Jucepar, tirando-a da era do papel e levando-a ao mundo digital”, destacou o presidente da Junta, Marcos Rigoni.

Ele também destacou que os números são relevantes porque a análise sobre o Paraná foi feita em cima do terceiro maior número de protocolos, com 2.448, atrás apenas de São Paulo (10.159) e Minas Gerais (3.131). Ou seja, a conquista do tempo aconteceu diante de volume superior aos outros estados. São mais de 1,5 milhões de CNPJs ativos no Paraná.

Fonte e foto: Agência Estadual

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *