Na Assembleia, governador destaca projetos de infraestrutura que vão transformar o Paraná

O governador Carlos Massa Ratinho Junior participou nesta quarta-feira (2) da abertura dos trabalhos da 19ª Legislatura da Assembleia Legislativa. Ele destacou a vacinação contra a Covid-19 e a batalha diária contra a pandemia, o que consumiu muitos esforços ao longo dos últimos dois anos, mas ressaltou que o Governo do Estado não interrompeu o seu planejamento, com a continuidade das políticas sociais e investimentos públicos, o que vai culminar, ao final deste ano, na conclusão das promessas assumidas no começo da gestão.

“Este é o momento em que, ao olhar para trás, podemos avaliar o caminho que percorremos para entregar aos paranaenses um estado mais moderno, inovador, cidadão e sustentável. E não foi fácil. Enfrentamos alguns dos maiores desafios da história. Obstáculos como a maior crise hídrica dos últimos 91 anos, que trouxe grandes consequências à produção agrícola e ao abastecimento, além de uma pandemia que ficará marcada por muito tempo em nossa memória. Mas da mesma forma que os desafios foram intensos, as respostas tiveram a mesma força”, disse o governador.

Ele destacou que o Paraná começa 2022 com mais de 70% dos paranaenses já imunizados com as duas doses e a vacina agora sendo aplicada nas crianças. “A imunização, que era nossa esperança no início do ano passado, está cumprindo o seu papel”, defendeu. Também lembrou que, depois de 649 dias, o Governo do Estado suspendeu o rodízio de água na Região Metropolitana de Curitiba, graças a um esforço conjunto entre a sociedade, que entendeu a gravidade da situação, e a antecipação de diversas obras que estavam previstas para daqui a cinco anos.

Em meio a tantos obstáculos, lembrou, houve o reconhecimento internacional do Paraná como área livre de febre aftosa sem vacinação; a certificação da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) como exemplo mundial de sustentabilidade, graças a programas como Paraná Mais Verde e Rio Vivo; e a implementação do Paraná Solidário, guarda-chuva de programas sociais que inclui o Cartão Comida Boa, que garante a segurança alimentar a 90 mil famílias paranaenses, o Água Solidária e o Energia Solidária; e a criação do Casa Fácil, que vai atender 30 mil famílias com recursos a fundo perdido para entrada no imóvel.

INFRAESTRUTURA – Na área de infraestrutura, ele disse que grande conquista para o Paraná em 2021 foi o encerramento dos contratos abusivos do Anel de Integração. “Celebramos o fim de uma novela trágica, mentirosa e de corrupção”, afirmou. Com o leilão neste ano, na Bolsa de Valores, as tarifas ficarão em média 50% mais baratas.

Também citou avanços no projeto da Nova Ferroeste. O Estudo de Impacto Ambiental já foi aprovado pelo Ibama, o que abre caminho para início das audiências públicas sobre o projeto. O leilão de 1.304 quilômetros da estrada de ferro que vai ligar Maracaju, no Mato Grosso do Sul, ao Porto de Paranaguá, também deve ocorrer em 2022, com investimento previsto de R$ 30 bilhões.

A modernização segue em todos os modais. Ele disse que a retomada do Voe Paraná, o maior programa de aviação regional do Brasil, aliada a grandes projetos de expansão dos aeroportos paranaenses, como a construção da terceira pista do Aeroporto Afonso Pena, será decisiva para o futuro do Paraná

E também citou os números e os investimentos da Portos do Paraná. “Os portos do Paraná, que no passado eram motivo de vergonha por ineficiência, foram eleitos os mais modernos do Brasil por dois anos consecutivos e seguidamente batem recordes históricos de movimentação”, afirmou.

Ratinho Junior ainda disse que o Estado está tirando do papel obras aguardadas há 40 anos: Rodovia dos Minérios; Estrada Boiadeira; duplicação e terceiras faixas da PR-323; duplicação da PR-445, em Londrina; PR-280, a primeira rodovia estadual feita em concreto; duplicação e terceiras faixas da BR-277 em Guarapuava e Cascavel; Trevo Cataratas; segunda ponte Brasil – Paraguai, a Ponte da Integração; rodovia Pitanga – Mato Rico; rodovia São Mateus do Sul – Irati; duplicação da rodovia entre Maringá e Iguaraçu; viaduto da PUC em Londrina; Trevo Gauchão e duplicação da PR-323 em Umuarama; e o maior projeto de engorda da América do Sul, em Matinhos.

ECONOMIA – O governador também citou as conquistas econômicas de 2021. “Batemos recordes mensais na criação de empregos e fechamos 2021 com a abertura de 172 mil vagas com carteira assinada. É um dos melhores resultados do País e o maior número de postos de trabalho abertos na região Sul. Mais do que isso, é maior saldo na geração de emprego da história”, afirmou.

Também disse que a indústria paranaense é uma das que mais crescem no País, com avanço de 10% até o mês de novembro. Os setores de comércio e serviços, mais impactados pela pandemia, também estão em recuperação. O PIB do Estado avançou 4,8% nos três primeiros trimestres do ano passado.

“Ao longo dos últimos anos, o Paraná tem demonstrado ser um ambiente seguro para os investidores. Prospectamos investimentos em todo o mundo. Isso resultou na atração de quase R$ 100 bilhões desde 2019”, afirmou.

OLHAR PARA 2022 – Para 2022, disse, a ideia é consolidar o planejamento para transformar o Paraná em um hub logístico, com as obras de infraestrutura em todos os modais; melhorar os índices de educação e de desenvolvimento dos jovens; vencer a pandemia; e manter os investimentos públicos. O orçamento para este ano, aprovado na Assembleia Legislativa, prevê R$ 54,6 bilhões de receitas e despesas, valor 8% superior ao exercício de 2021.

“Quando falamos em construir um estado inovador, pensamos também na formação dos nossos jovens. Por isso, fizemos uma verdadeira revolução na área da educação para incluir disciplinas que preparam os estudantes da rede estadual para profissões das áreas de inovação e tecnologia. Eles agora têm acesso a programação, robótica, educação financeira e outras ferramentas”, disse. “E ainda tem o Ganhando o Mundo, que vai levar 100 paranaenses ao Canadá já na semana que vem, e o Cartão Futuro, que auxilia na política do primeiro emprego”.

Segundo Ratinho Junior, é a receita para a continuidade do crescimento. “É desta forma que pavimentamos a estrada que consolida o Paraná para um futuro brilhante. Com respeito, parceria, inovação e com muito trabalho. Que este seja um ano bastante proveitoso para todos”, arrematou.

RELAÇÃO COM O LEGISLATIVO – O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ademar Traiano, agradeceu a relação harmoniosa entre os Poderes no Paraná. Segundo ele, é uma das chaves do sucesso do Estado. “Quero agradecer pelo respeito ao Poder Legislativo. Essa Casa é o palco de todas as decisões que vão nortear o destino do Estado”, disse.

Fonte e foto: Agência Estadual de Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *