Governo promove nova reunião sobre o reajuste dos subsídios dos Policiais Militares

O Governo do Estado recebeu na tarde desta quarta-feira (9) representantes dos movimentos dos praças da Polícia Militar. Neste segundo dia de negociações entre o Governo e os servidores, a pauta foi a reivindicação da presença e participação deles junto ao grupo de trabalho do Governo que vai reestruturar a tabela de subsídios salarial e aprovar o Sistema de Proteção Social dos Militares Estaduais.

Para o vice-governador Darci Piana, a discussão foi bastante tranquila e produtiva e reforçou que o Governo está sensível à pauta e que trabalha para encontrar as soluções para as reivindicações. “O Governo o Estado está ouvindo e analisando todos os interesses, de todos os lados e vendo o que pode ser feito. Reconhecemos que há uma diferença muito grande nas correções salariais, que se arrasta há vários governos, mas estamos dispostos a encontrar a solução justa”, explicou.

A proposta da criação do grupo de trabalho foi apresentada nesta terça-feira (8) pelo chefe da Casa Civil, João Carlos Ortega, a pedido do governador Carlos Massa Ratinho Junior, e deve trazer para mesa de discussões os interesses da categoria. O grupo será responsável por desenvolver a proposta e estabelecer mecanismos para fornecer elementos técnicos e jurídicos para elaboração da lei que vai tratar da correção da tabela.

Uma das principais reivindicações da corporação é com relação à defasagem salarial acumulada ao longo dos anos e também a diferença do subsídio entre as patentes.

O representante do movimento, cabo Carlos do Paraná, afirmou que a aproximação com o Governo é fundamental para alinhar a representação do movimento no grupo criado para discutir a pauta.

“Estamos satisfeitos porque ficou acordado uma atenção com as reivindicações dos praças da Polícia Militar do Paraná. Senti bastante sinceridade por parte do vice-governador e dos secretários que participaram. Os praças estarão no grupo garantindo subsídios para a equipe do Governo. Além dos nossos representantes os policiais dos acampamentos também terão representação nas discussões dos salários”, disse.

Para o diretor-geral da Casa Civil, Luciano Borges dos Santos, o Governo do Estado vem demonstrando compromisso com a valorização da carreira dos policiais. O diretor explicou que o Governo reconhece que há um desvio com relação aos salários dos praças.

“Essa diferença precisa ser corrigida, justamente para trazer justiça social e valorizar a corporação que é tão importante para o Estado do Paraná”, afirmou. Ele enfatizou, ainda, que essa abertura para trabalhar com todos os representantes é um gesto que demonstra um compromisso democrático, ouvindo todos os interlocutores envolvidos.

Fonte e foto: Agência Estadual de Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *