Governo do Estado reavalia obrigatoriedade do uso de máscaras

O governo do estado do Paraná aguarda os dados de infecções por Covid-19 após o carnaval para reavaliar a obrigatoriedade do uso de máscaras no Estado. O governador Ratinho Junior (PSD) afirmou que técnicos da Secretaria Estadual de Saúde (Sesa) analisam os números para que uma decisão seja tomada em breve.

De acordo com o chefe do executivo Estadual, caso seja liberado, o uso será dispensado em um primeiro momento em ambientes abertos. Medida semelhante já foi tomada em outros estados. No Rio de Janeiro, por exemplo, o uso de máscaras deixou de ser obrigatório até mesmo em ambientes fechados.

O “feriadão” de carnaval aconteceu há uma semana. A Sesa aguarda pelo menos mais uma semana para que o contágio deste período se confirme, para divulgar novas diretrizes de enfrentamento da pandemia.

De acordo com a Gazeta do Povo, em um mês, a transmissão do coronavírus no Paraná caiu aproximadamente 74,5%. O uso de máscara começou a ser obrigatório no Estado no fim de abril de 2020. O fim da exigência começou a ser discutido em dezembro de 2021, entretanto, com a nova variante Ômicron, a discussão foi postergada. Somente agora, com o arrefecimento dos casos, o tema volta à tona.

Em países desenvolvidos, a utilização da máscara em locais abertos e fechados já foi abolido há muito tempo. Nos Estados Unidos, por exemplo, em alguns estados, anda em maio de 2021, após duas semanas da segunda dose, o uso de máscara foi dispensado em ambientes abertos e fechados. Essa medida foi tomada quando “apenas” 46% da população tinha recebido ao menos uma dose. No Reino Unido, todo tipo de restrições foi abolida ainda no mês de fevereiro.

Hoje no Paraná, segundo dados da Sesa, 92,51% da população receberam ao menos uma dose. Dessas, 80,85% estão completamente imunizados com a segunda dose ou dose única.

Fonte: Portal Cidade – Foto: Freepik

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *