Em Santa Izabel do Oeste, PM localiza homem que diz ter sido sequestrado

Às 00h40 da madrugada de domingo, 14, dois homens chegaram ao Destacamento da Polícia Militar de Santa Izabel do Oeste, onde informaram que transitavam pela Rua do Bairro Santo Antônio, quando perceberam um veículo VW / GOL parado em uma via, em possível estado de abandono.

Segundo relataram os masculinos, eles ouviram que do interior do veículo alguém chamava por socorro, sendo que ao se aproximar perceberam, dentro do veículo, um homem adulto com as mãos e pés amarrados por arrames.

Em conversa com a vítima, este informou que a situação teria iniciado no dia 10, quando estava conduzindo seu veículo na saída do município de Salto do Lontra, sentido a Dois Vizinhos, momento que concedeu carona a um homem que estava a beira da rodovia.

Após alguns momentos, seu veículo foi abordado por outros dois homens, sendo que um deles portava um revólver. A vítima relatou que foi mantido em carcere e obrigado a ingerir um refrigerante, que após isso teria adormecido. Recorda-se que ao acordar estava vendado no interior de uma residência, em um local que julgava ser zona rural, devido a “calmaria”.

Segundo a vítima, ele foi mantido no local até a tarde de sábado, 13, sem receber alimentação, amarrado, vendado e vestido apenas com sua roupa intima. De acordo com ele, durante o tempo que foi mantido em cárcere, sofreu diversas ameaças e foi forçado a informar a senha do seu cartão bancário, sendo utilizadas algumas táticas de tortura como queimaduras com “bitucas” de cigarro.

A vitima informou que toda vez que pedia água, era lhe fornecido, porém com um gosto amargo e que após ingerir acabava adormecendo. Na tarde de sábado a vítima teria sido então colocada no interior do automóvel e abandonado, no local onde foi localizado na cidade de Santa Izabel do Oeste.

A vítima possuía algumas lesões nos punhos e nas mãos, foi encaminhado para atendimento Médico. Ele disse que lhe fora subtraído a quantia de R$ 900,00 em espécie, além de cartões de crédito e bancários, de titularidade da vítima e de sua esposa.

Foi confeccionado o Boletim de Ocorrência e encaminhado juntamente com o veículo à Delegacia de Polícia Civil de Realeza para os demais procedimentos cabíveis.

Fonte: PMPR – Foto: Reprodução internet

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *