Dois homens e um adolescente são detidos com entorpecente durante ocorrência em Realeza

Nesta quarta-feira (15), por volta das 12h43min, a equipe da Policial Militar de Realeza foi informada que teriam dois indivíduos com mochilas pulando o muro de um prédio, localizado na Rua Soares Raposo.

A equipe PM deslocou até o endereço, onde, em contato com vizinhos, informaram que não teriam visto os masculinos sair da residência. Em conversa, uma moradora do prédio disse que pelas características das filmagens, pareciam ser dois moradores de um dos apartamentos.

Esta moradora abriu o portão para a equipe ir até o local e verificar o fato. No apartamento em questão, a equipe foi recebida por um masculino. Neste momento, foi possível sentir um forte odor de “maconha” e avistado em cima da mesa, um prato com a substância, sendo preparada para consumo.

A equipe visualizando o flagrante delito, adentrou ao local, onde localizou um adolescente. Ao questionar a respeito da violação de domicilio, ambos relataram que residem naquele local e que o portão não estava funcionando, sendo necessário pularem o muro.

Questionados sobre os entorpecentes, o adolescente relatou ser de sua propriedade e que seria usuário. Alguns minutos depois, chegou outro masculino relatando ser morador do local junto com os dois.

Questionado sobre os entorpecentes e se teria mais algo de ilícito na residência, este também relatou ser usuário e que teria em seu quarto mais uma pequena porção da droga, que foi posteriormente entregue a equipe. Na sacada do apartamento foi visualizado uma pequena planta similar ao entorpecente, sendo que também foi realizada a apreensão. No local, juntamente com os entorpecentes, foi realizada a apreensão de um dichavador, um bloco de papel seda, um recipiente com diversas bitucas de cigarro do entorpecente e 05 gramas da droga. Além do entorpecente, foi encontrado no apartamento um cone utilizado para sinalizar obras, possivelmente de algum ente público.

Questionados a respeito, informaram que não sabiam a procedência do objeto, que teriam ganhado de um amigo. Sendo assim, diante da dúvida da procedência do objeto, este também foi apreendido. Diante do exposto os abordados foram encaminhados até esta unidade policial, onde foi confeccionado o presente registro, se fez presente acompanhando os procedimentos o pai do adolescente.

Por fim, os objetos apreendidos e os abordados foram encaminhados para a delegacia de polícia civil para os demais procedimentos.

Fonte: Rádio Clube AM com PMPR – Foto: PMPR

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *