CoronaVac deve chegar nesta terça-feira em Pato Branco

Nesta terça-feira (19), a vacina contra a covid-19 deve chegar em Pato Branco. A aplicação das doses da CoronaVac está prevista para iniciar amanhã (20).

De acordo com a secretária municipal de Saúde, Lilian Cristina Brandalise, ainda não é possível precisar quantas doses serão encaminhadas ao município.

Porém, calcula-se que 719 pessoas devem ser imunizadas nesta primeira fase. São elas, consideradas pela pasta, prioridades da prioridade, ou seja, profissionais de saúde com comorbidades ou em maior risco de exposição. “Lembrando que nós dependemos de um número de doses suficientes [para vacinar esses selecionados inicialmente]. Se for abaixo do que estimamos, teremos que reduzir ainda mais esse número”, explicou a secretária.

Em Pato Branco, os primeiros vacinados pertencem ao quadro de profissionais de saúde que atuam na linha de frente ao combate da covid-19 na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), no Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), nas unidades sentinelas e no Hospital São Lucas e Instituto Policlínica. Também fazem parte da primeira etapa todos os funcionários e idosos do Lar dos Idosos São Vicente de Paulo.

Ao Diário do Sudoeste, Lilian explicou que o ideal, de acordo com o planejamento da primeira fase de vacinação do Governo Federal, seria imunizar em Pato Branco cerca de 1.700 pessoas Porém, não se trabalha com esse número em um primeiro momento, tendo em vista que as vacinas chegarão ao município aos poucos e não todas na primeira remessa de hoje. “Essas pessoas serão vacinadas até o fim da campanha.”

Vacinação em Pato Branco
Ao todo 25 profissionais de saúde foram escalados para realizar a aplicação das doses da CoronaVac em Pato Branco. De acordo com a secretária de saúde, esses profissionais serão divididos em seis equipes, que se deslocarão até os beneficiados da primeira fase.

Ao Diário, Lilian confirmou que o município já realizou todos os passos necessários para receber as doses. “Nós já fizemos todo o preparo dos nossos servidores e da nossa infraestrutura para acondicionar as vacinas.”

Fonte: Jornal Diário do Sudoeste – Foto: Agência Estadual de Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *