Your API key has been restricted. You may upgrade your key at https://www.weatherbit.io.
Your API key has been restricted. You may upgrade your key at https://www.weatherbit.io.

Com a proximidade do fim do ano, Hemepar convoca população para doar sangue

O Centro de Hematologia e Hemoterapia do Paraná (Hemepar) reforça o pedido de urgência para a doação de sangue no Estado, em especial dos tipos O-, O+ e A-. O apelo acontece, sobretudo, com a proximidade das festas de fim de ano e das programações de viagens.

“As doações de qualquer tipo sanguíneo são sempre muito bem-vindas, sobretudo num contexto em que notamos uma diminuição de estoque no Paraná, uma realidade pós-pandemia. É válido reforçar que não há substituto para o sangue e este ato de solidariedade é indispensável para salvar vidas”, comentou o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto.

Os homens podem doar sangue a cada dois meses, em quatro vezes ao ano. As mulheres podem doar a cada três meses, num máximo de três doações ao ano.

É necessário ter entre 16 e 69 anos completos. Menores de idade precisam de autorização e presença do responsável legal. O doador deve pesar no mínimo 51 quilos, estar descansado, alimentado e hidratado (evitar alimentação gordurosa nas quatro horas que antecedem a doação) e apresentar documento oficial com foto (carteira de identidade, carteira do conselho profissional, carteira de trabalho, passaporte ou carteira nacional de habilitação).

Depois de coletado, o sangue é fracionando e acontece o processo de separação dos hemocomponentes (plasma, hemácias, plaquetas e crio). Após isso, a bolsa fica estocada até o resultado dos exames, que apontam que ele pode ser utilizado em outra pessoa.

HEMEPAR – O Hemepar é responsável pela coleta, armazenamento, processamento, transfusão e distribuição de sangue para 384 hospitais públicos, privados e filantrópicos que atuam em todas as regiões do Paraná. É uma entidade sem fins lucrativos e atende à demanda de fornecimento de sangue e hemoderivados do Estado graças às doações dos voluntários.

Fonte e foto: Agência Estadual de Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *