Clevelândia e Mariópolis investem em usina de oxigênio

Em 15 dias, população de Clevelândia e Mariópolis contará com sua própria usina de oxigênio. A implantação, feita em conjunto entre os dois municípios, é uma forma de prevenção futura, caso ocorra falta de oxigênio no mercado, devido a grande demanda de pacientes com problemas respiratórios, causados, principalmente, pela covid-19.

Para o prefeito de Mariópolis, Mario Eduardo Lopes Paulek, a aquisição da usina é uma forma de proporcionar a população das duas localidades uma maior tranquilidade com relação ao tratamento da doença. “Já estamos percebendo um aumento na demanda de oxigênio em todos os municípios, por isso, estamos nos preparando”, disse completando que está cada vez mais difícil reabastecer os cilindros de oxigênio devido a grande procura.

Paulek disse ainda que, em caso de desabastecimento do gás, municípios da região também poderão ser beneficiados com a usina.

Fonte: Jornal Diário do Sudoeste

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *