Ciruspar entrega pedido de recursos para construção da nova sede ao governador

O presidente do Consórcio Intermunicipal da Rede de Urgências do Sudoeste do Paraná (Ciruspar) e prefeito de Ampére, Zuca Luquini, aproveitou a vinda do governador Carlos Massa Ratinho Junior para o Sudoeste, na quinta-feira (9), e entregou a ele dois ofícios com as demandas do consórcio na cerimônia de inauguração da primeira etapa do contorno noroeste de Pato Branco.

De acordo com Zuca, um dos ofícios trata sobre a solicitação de recursos para a construção da nova sede do Ciruspar/Samu de Pato Branco. O prefeito lembrou que já está tramitando na Câmara Municipal o projeto de lei que autoriza a doação do terreno do Município para a nova sede do Samu.

O terreno, segundo Zuca, tem quase nove mil metros quadrados e fica próximo à BR-158, bem localizado para atender a demanda com mais agilidade no tempo resposta.

“Entregamos o pedido e estamos em parceria com a UTFPR de Pato Branco para a elaboração do projeto, e na sequência iniciar as tratativas com o governo em relação ao valor previsto para a construção da nova sede do Samu, em torno de R$ 11 milhões”, destacou o presidente do Ciruspar.

A doação do imóvel tramita no Legislativo através do Projeto de Lei nº 95, de 2021, para doação de terreno avaliado em R$ 1.158.920,00, sem benfeitorias, ao Ciruspar, mediante as condições: destinação do imóvel à edificação da sede e ao exercício das atividades estatutárias do consórcio; a edificação da nova sede deverá iniciar em até dois anos e estar concluída em até três anos, contados da data da publicação da lei; e inalienabilidade permanente do imóvel, mediante o registro de cláusula de

inalienabilidade na Matricula nº 34.152, do Cartório do 2° Oficio do Registro de Imóveis da Comarca de Pato Branco.

Segundo o documento, o descumprimento de qualquer das condições estabelecidas na lei acarretará a reversão do imóvel, com todas as suas benfeitorias, ao patrimônio do Município de Pato Branco.

Repasse extra
O presidente do Ciruspar contou que também foi entregue um segundo ofício ao governador, apontando a necessidade de um repasse de recursos extra do governo do Estado, para suprir a necessidade financeira do consórcio, “tendo em vista que há muito tempo aumentou bastante as despesas e a receita continua a mesma”.

Zuca revelou que na próxima semana irá a Curitiba para conversar com as equipes do secretário de Estado da Saúde, Beto Preto, e da Casa Civil, sobre as tratativas das demandas.

Fonte e foto: Jornal Diário do Sudoeste

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *