Cidades do Sudoeste receberão recursos para pavimentação rural

O Governo do Estado vai recuperar, com nova pavimentação, mais 55 quilômetros de estradas rurais de dez municípios do Paraná. Os convênios com as prefeituras foram assinados pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior nesta segunda-feira (12), em cerimônia no Palácio Iguaçu. O investimento por parte da Secretaria de Estado da Agricultura e Abastecimento é R$ 16,95 milhões.

Serão beneficiados os municípios de Faxinal e Ivaiporã (Vale do Ivaí); Jussara (Noroeste); Honório Serpa, Nova Esperança do Sudoeste, Santo Antônio do Sudoeste, Clevelândia e Coronel Vivida (Sudoeste); Nova Laranjeiras (Centro-Sul) e Goioerê (Centro-Oeste).

O governador lembrou que, com as novas liberações, o Estado atinge 39 convênios formalizados apenas nos primeiros sete meses de 2021. Juntos, eles totalizam 168,4 quilômetros e um investimento de R$ 51,65 milhões. A previsão para o ano, ressaltou ele, é pavimentar cerca de 376 quilômetros de estradas rurais até dezembro, com a aplicação de mais de R$ 125 milhões.

“Esses convênios fazem parte de um grande programa de modernização de estradas rurais, chamado de Estradas da Integração. O planejamento é revitalizar mais de 600 quilômetros dessas vias em todo o Paraná, de acordo com a necessidade de cada região. Vamos respeitar também os tipos diferentes de solo para definir qual o melhor material a ser aplicado”, afirmou Ratinho Junior.

“São obras que melhoram a infraestrutura para quem mora no campo, diminuem custos e fortalecem tanto o agronegócio quanto a agricultura familiar do Paraná”, acrescentou. “São artérias importantes para o escoamento da safra que, revitalizadas, vão impactar diretamente na produção de muitos agricultores e pecuaristas”.

O programa, reforçou o secretário de Estado da Agricultura e Abastecimento, Norberto Ortigara, é importante para os produtores rurais em razão do manejo das propriedades, que dependem dessas vias para chegada de insumos, sementes e ração e também para o escoamento das safras. Ele frisou que a intervenção contribui para o aumento da competitividade da agroindústria paranaense.

“Os insumos são transportados diariamente por ali. A visão econômica do Estado, visando reduzir custos e aumentar a eficiência, fez com que fossem ampliadas essas parcerias com os municípios, viabilizando algumas soluções de pavimentação em trechos importantes para as comunidades rurais”, explicou.

O secretário lembrou que as recuperações não beneficiam apenas os produtores rurais. Segundo ele, uma nova pavimentação rural tem reflexo também na qualidade de vida de quem mora na região, que pode se locomover mais rapidamente e com segurança, facilitando para as crianças chegarem à escola ou os doentes serem transportados a hospitais.

“A intervenção mais barata e mais comum é com pedras irregulares, as chamadas pedras poliédricas. Traz mais conforto, tira barro e diminui os custos de manutenção para o município. Torna a vida mais fácil”, explicou Ortigara.

SANTO ANTÔNIO DO SUDOESTE
Alto Florido ao km 10, Linha Botafogo e Rio Verde ao km 10
9,87 quilômetros
R$ 2,6 milhões

HONÓRIO SERPA
Trecho da Fazenda Cataneo até a propriedade do Sr. Rotílio Chaves
4,6 quilômetros
R$ 1,3 milhão

NOVA ESPERANÇA DO SUDOESTE
Continuação da Estrada Linha Novo Horizonte
3,5 quilômetros
R$ 860 mil

CORONEL VIVIDA
Acesso da BR 158 a Comunidade Emaús
2,54 quilômetros
R$ 701 mil

CLEVELÂNDIA
Paiol Grande, Vila São Luiz, Vila São Luiz, Santa Maria, Paiol Grande
2,53 quilômetros
R$ 666 mil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *