Your API key has been restricted. You may upgrade your key at https://www.weatherbit.io.
Your API key has been restricted. You may upgrade your key at https://www.weatherbit.io.

Após investimento de R$ 39 milhões, Copel energiza a nova subestação de Francisco Beltrão

A Copel energizou, no início desta semana, a nova subestação Petrópolis, construída na região sul de Francisco Beltrão. A unidade, que opera em 138 mil volts e com dois transformadores de 41 MVA (megavolt ampère) cada, duplica a capacidade de distribuição de energia ao município, que já conta outra subestação na região norte. Ao longo das próximas semanas, a companhia vai conectar, gradativamente, a subestação aos consumidores do município.

A Copel investiu R$ 39,5 milhões para construir a unidade. Sua incorporação ao sistema fortalece a qualidade do fornecimento de energia ao município e a todo o Sudoeste. Para adicioná-la ao sistema, foi construída uma linha de distribuição de 20 quilômetros que a conectará à subestação Realeza.

“A nova subestação é de importância estratégica para o Sudoeste. Ela reforça a qualidade do fornecimento de energia a Francisco Beltrão e aos municípios vizinhos”, destaca o presidente da Copel, Daniel Slaviero. “O Sudoeste é uma das regiões que mais crescem no Paraná e este investimento vai contribuir para o setor produtivo local se desenvolver ainda mais”.

A subestação é automatizada e sua operação será feita de forma remota, a partir do Centro de Operações da Copel, em Curitiba. Ela conta com tecnologia embarcada e com dispositivos eletrônicos que monitoram e supervisionam a operação e as condições de manutenção de cada componente. Esse controle permite prever eventuais desvios e realizar correções e intervenções antecipadamente à ocorrência de falhas.

A unidade tem como principal função converter a tensão da energia que chega ao município em níveis mais elevados, como 138 mil volts, para uma voltagem menor, como 34,5 mil volts e 13,8 mil volts. Isso acontece porque em tensões elevadas a energia é transportada de forma mais eficiente por longas distâncias, até a chegada ao município. Por sua vez, para distribuir a energia pelo município, até chegar à população, é mais seguro reduzir a tensão.

“Com a nova subestação Petrópolis, Francisco Beltrão tem um ganho importante na qualidade do fornecimento de energia”, afirma Edison Ribeiro da Silva, superintendente de Engenharia de Expansão da Copel. “A unidade reforça a infraestrutura elétrica do Sudoeste do Paraná e contribui para o desenvolvimento do município e para levar qualidade de vida à população”.

NOVAS SUBESTAÇÕES – Além da unidade de Francisco Beltrão, a companhia está construindo outra subestação em Capanema e vai implantar uma unidade em Vitorino ao longo dos próximos dois anos.

A subestação Barão de Capanema, cuja construção será concluída em 2025, vai operar em 138 mil volts e aumentará a capacidade de distribuição de energia à região, proporcionando conforto e qualidade de vida à população de Capanema e dos municípios vizinhos. Ao todo a unidade receberá R$ 59,9 milhões em investimentos. O montante inclui a construção de uma nova linha de alta tensão para conectá-la à unidade de Santo Antônio do Sudoeste.

Em Vitorino, a nova subestação será entregue também em 2025 e receberá R$ 10 milhões em investimentos. A unidade vai operar em 34,5 mil volts e proporcionará energia de qualidade à população do município.

Em outras seis subestações, já existentes, a empresa está executando obras de ampliação e modernização que vão duplicar a oferta de energia. Ainda em 2024 serão concluídas as melhorias nas unidades de Santo Antônio do Sudoeste e de Chopinzinho, ambas de 138 mil volts, e de Ampère e Planalto, que operam em 34,5 mil volts. No ano que vem a outra subestação de Francisco Beltrão, de 138 mil volts, e a unidade de Verê, de 34,5 mil volts, também receberão melhorias.

Fonte e foto: Agência Estadual de Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *