Sanepar cadastra famílias no programa Água Solidária

Após ampliar o programa Água Solidária em todo o Paraná, a Sanepar está fazendo a abordagem nas potenciais famílias que podem ser beneficiadas nas cidades da regional de Francisco Beltrão. Têm direito ao Água Solidária famílias com renda de até meio salário mínimo por pessoa, que moram em imóveis de até 70 metros quadrados e consomem até 2,5 mil litros de água por mês por pessoa.

Uma equipe contratada pela Sanepar está fazendo visitas domiciliares para cadastrar famílias no Água Solidária em todas as cidades da região. Os agentes da empresa Ercon Engenharia estão devidamente identificados, utilizam veículo com a identificação “A Serviço da Sanepar” e possuem documentos emitidos pela própria Sanepar com dados dos imóveis. Essa equipe solicita os documentos pessoais, comprovantes de renda dos moradores e fazem a medição da casa para conferir se todos os dados estão dentro dos critérios definidos pelo programa.

O gerente Comercial Sudoeste, Ativo Miguel Beier, explica que o cadastramento feito diretamente nos imóveis tem a finalidade de facilitar a inscrição no programa. “Muitos clientes não dispõem de tempo para ir até nossos escritórios ou não estão cientes que podem ter mais esse benefício”, esclarece. Ativo diz ainda que em caso de dúvida, o cliente pode ligar para o 0800 200 0115 ou procurar o escritório de atendimento ao público da sua cidade. “Vale lembrar que, em nenhuma situação, a Sanepar cobra qualquer valor em dinheiro do cliente. As cobranças são sempre feitas na conta enviada à casa do consumidor”, alerta o gerente.

O valor da tarifa no programa Água Solidária é definido pela Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados do Paraná (Agepar).

Para aderir ao programa, as famílias podem procurar as Centrais de Relacionamento da Sanepar nas suas cidades, sem necessitar aguardar a visita das equipes.

Para se inscrever no programa Água Solidária o morador precisa apresentar a conta mensal de água da Sanepar, carnê de IPTU atual do imóvel, documento de autorização da prefeitura ou de autoridade superior, RG, CPF ou certidão de nascimento para menores de 18 anos de cada morador, carteira de trabalho e último contracheque e, para aposentados, extrato do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) do último salário.

Os critérios para inscrição são os seguintes: a família deve morar em imóvel com área construída de até 70 metros quadrados, o consumo mensal de água deve ser de até 2,5 metros cúbicos por mês por residente no imóvel e a renda da família residente no imóvel deve ser de até meio salário mínimo por pessoa ou dois salários mínimos por família.

Fonte e Foto: Assessoria 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *