Polícia Militar do Paraná tem novo comandante

O governador Carlos Massa Ratinho Junior participou nesta sexta-feira (12) da cerimônia de posse do coronel Hudson Leôncio Teixeira como comandante-geral da Polícia Militar do Paraná. O ex-comandante, coronel Péricles de Matos, foi para a reserva remunerada da corporação. A cerimônia aconteceu na Academia Militar do Guatupê, em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba.

“É com muita satisfação que o Governo do Estado entrega o Comando-Geral da Polícia Militar do Paraná ao coronel Hudson”, disse Ratinho Junior. “Ele tem muita qualificação e competência para exercer essa função estratégica no campo da segurança pública paranaense. O coronel tem ampla experiência em logística, na área administrativa e também em gerenciamento de pessoas e vai nos ajudar muito nos próximos anos”.

No discurso para o novo comandante e para a tropa, o governador destacou os desafios de segurança pública e da proteção da saúde da corporação em meio à pandemia e pediu continuidade do trabalho junto à população para a redução dos números de violência nos municípios. Ele também elogiou o trabalho diário em defesa dos paranaenses e a história repleta de conquistas da corporação.

“Tivemos reduções expressivas nos índices da violência urbana nos últimos anos. Cidades sem registros de mortes, menos crimes patrimoniais, menos roubos e furtos e mais operações ostensivas, o que aumenta a sensação de segurança”, disse Ratinho Junior. “Além disso houve mudanças para atender as necessidades de controle de aglomeração em respaldo aos decretos estaduais e municipais. A PM se adaptou rapidamente à nova realidade e se mostra pronta para os próximos desafios”.

O governador também citou os investimentos na frota e a integração continuada com as outras forças de segurança. Entre 2019 e 2020 foram entregues mais de mil novas viaturas, além de 250 armas longas, fuzis e mais de 1.700 rádios comunicadores. Também foi dado o início ao novo concurso para a Polícia Militar, com abertura de 2 mil novas vagas – as provas acontecerão neste ano.

E esse planejamento, destacou o governador, esteve atrelado à melhoria continuada na formação dos policiais na Academia Policial Militar do Guatupê. O Bloco 3 passou por uma reforma que custou cerca de R$ 1,2 milhão. A nova estrutura, toda adaptada para garantir a acessibilidade de pessoas com deficiência, permite melhores condições aos militares estaduais que estão de passagem pela unidade em cursos de aperfeiçoamento, especialização e de capacitação.

O secretário de Segurança Pública, Romulo Marinho Soares, disse que a missão do novo comandante-geral da Polícia Militar será desafiadora. “Quem trabalha com segurança pública não dorme. É preciso vocação e paixão. A PM do Paraná é bem estruturada e a missão é de continuidade do trabalho de aproximação com a sociedade e das operações. Queremos melhorar os índices contra a criminalidade. A sociedade perceberá o policiamento na rua, a segurança pública trabalhando, e deve ter tranquilidade para desenvolver as atividades do dia a dia”, afirmou o secretário.

Ele também destacou as qualificações do coronel Hudson Leôncio Teixeira para o novo cargo. “É um oficial diferenciado que trabalha próximo aos seus comandados e se preocupa com o bem-estar deles. Teve experiência na Capital e no Interior e dará continuidade ao trabalho abnegado do coronel Péricles”, disse. “A capacitação operacional do novo comandante é inquestionável. Ele estagiou na ROTA, a tropa de elite da PM de São Paulo, e fez o curso da SWAT. Por onde passou teve um trabalho dedicado”.

NOVO COMANDANTE – O coronel Hudson Leôncio Teixeira nasceu em Curitiba, é casado e tem filhos. Ele entrou na corporação como soldado em 1992 e a primeira unidade a servir foi o 13º Batalhão. Depois trabalhou no 12º Batalhão, na Companhia de Polícia de Choque, na Força Samurai e foi comandante do 17º Batalhão, do 5º Batalhão e do Batalhão de Operações Especiais (BOPE). Comandou, ainda, a Companhia de Eventos, o 1º Comando Regional da PM (1º CRPM) e foi chefe da Divisão de Operações de Segurança do Governo do Estado. A sua última tarefa foi como subcomandante-geral da PM.

Ao longo da carreira de cerca de 30 anos fez dezenas de cursos e capacitações voltadas à segurança pública, entre eles o Curso de Controle de Distúrbios Civis, Curso de Negociação com Reféns, Curso de Regate de Reféns de Alto Risco, Curso de Socorrista, entre outras capacitações. Também acumula medalhas e comendas de mérito.

O coronel destacou que a sua gestão priorizará a valorização do policial militar, da saúde às condições de trabalho, passando pelo ingresso de novos cursos especializados; a reestruturação administrativa, inclusive com terceirização de alguns serviços e possibilidade de aumento de efetivo nas ruas; e a redução perene dos índices de violência.

“É um orgulho chegar onde cheguei. Comecei como praça e ao longo dos últimos anos desempenhei diversas atividades operacionais e administrativas. E agora, em meio à pandemia, temos um desafio extra e não podemos parar. Nossos policiais estão orientando a população”, disse o coronel.

Ele também destacou o pedido de Ratinho Junior para a sua gestão. “O governador quer um combate rigoroso ao crime organizado, a valorização do policial militar, e também o incentivo à integração das forças de segurança em qualquer nível, com troca de informações na área de inteligência”, arrematou.

Fonte e foto: Agência Estadual de Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *