Polícia Civil devolve carga de desodorante avaliada em R$ 250 mil

Ontem a Polícia Civil de Francisco Beltrão fez a devolução de uma carga de desodorantes para a fabricante Unilever, que tinha sido roubada no dia 9 de maio na cidade Itapetininga (SP). Essa carga, com mais de 2.300 caixas (com 12 unidades cada) de desodorante antitranspirante, tinha sido apreendida no dia 12 em um contêiner no Bairro Água Branca. No momento da ação um advogado compareceu no local dizendo que seu cliente seria o responsável pela carga e que ele se apresentaria na delegacia no dia seguinte para prestar esclarecimentos.

No dia seguinte o advogado apresentou o suspeito na DP, que se reservou o direito de ficar em silêncio, alegando ser inocente mas só falaria em juízo. O homem foi advertido de que a carga estava apreendida, lacrada e sob responsabilidade da polícia e do proprietário do imóvel, sendo o interrogado liberado na sequência.

Contudo, na madrugada do dia 14, criminosos foram flagrados pela Polícia Militar furtando a carga, após arrombarem os cadeados e lacres, transportando a carga para outro caminhão. Para surpresa da polícia, um dos presos era o homem que compareceu na Delegacia durante o dia alegando inocência e que só falaria em juízo. O suspeito, que novamente se reservou o direito de ficar em silêncio, bem como o motorista do caminhão, foram autuados em flagrante pelo crime de furto qualificado e se encontram presos e à disposição da justiça na cadeia pública de Francisco Beltrão.

Segundo o delegado-chefe da 19ª SDP, Ricardo Moraes Faria dos Santos, o roubo começou ainda em Itapetininga, interior de São Paulo, sendo que o motorista foi deixado em Santo André e a carga trazida para Francisco Beltrão.

A carga tinha sido roubada da própria fabricante. A Polícia Civil continua as diligências para identificar outros possíveis envolvidos.

Fonte e foto: Jornal de Beltrão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *