Penitencária Estadual de Francisco Beltrão se destaca em número de presos que trabalham

A Penitenciária Estadual de Francisco Beltrão está entre os principais municípios do estado do Paraná maior número de presos trabalhando. Atualmente são cerca de 250 apenados que realizam algum tipo de atividade de reintegração. Apesar da pandemia são realizadas atividades laborais, além de receberem salário, experiência e profissionalização, eles reduzem um dia de pena a cada três dias trabalhados.

Para o diretor da unidade Marcos Andrade, o objetivo é trabalhar com os servidores envolvidos para recuperar os apenados que demonstram o interesse em desenvolver o processo de retorno à sociedade. “Visamos também a ressocialização do preso, dando suporte para quando essas pessoas saírem da penitenciária ganhando seu alvará eles possam sair pensando diferente daquela forma que chegaram ao sistema prisional”, disse.

Já na questão do estudo, são cerca de 200 presos em Francisco Beltrão fazendo a remição que se dá de forma diferente: a cada 12 horas de atividades, obrigatoriamente dividida em três dias, o detento reduz um da pena.

O Paraná foi o terceiro colocado entre os estados com o maior número de presos trabalhando, com um total de sete mil 785, depois apenas de Minas Gerais e Rio Grande do Sul.

Fonte: Portal RBJ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *