Paraná vai expandir programa que reforça integração das áreas da saúde para todo Estado

A Secretaria de Estado da Saúde formalizou nesta terça-feira (31) a expansão do Programa PlanificaSUS Paraná. A assinatura do Termo de Cooperação Técnica do programa com o Conselho Municipal de Saúde do Estado (Cosems) ocorreu durante o evento “Saúde em frente”, que teve a participação de diretores da pasta e das 22 Regionais de Saúde, equipes técnicas, além de gestores e representantes municipais.

O programa pretende consolidar agora o funcionamento pleno da Rede de Atenção à Saúde (RAS), integrando as equipes que atuam nos serviços de Atenção Primária à Saúde (APS), Atenção Ambulatorial Especializada (AAE) e Atenção Hospitalar (AH) com foco nas necessidades dos usuários. No Paraná, a organização dos processos da RAS acontece na linha de cuidado do idoso, fazendo parte do projeto Envelhecer com Saúde.

O PlanificaSUS iniciou há cerca de dois anos com um projeto-piloto desenvolvido em Irati (4ª Regional de Saúde), no período de 2019 a 2020, por meio de apoio técnico do Conselho Nacional dos Secretários de Saúde (Conass) e do Hospital Israelita Albert Einstein, de São Paulo, via Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde (ProadiSUS).

A etapa II do programa em Irati vai começar no dia 23 de setembro. As outras 21 Regionais de Saúde vão iniciar o primeiro módulo do PlanificaSUS a partir da assinatura do termo desta terça.

De acordo com o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto, a integração entre a atenção primária e o ambulatorial é um dos diferenciais do programa. “Tivemos que diminuir o ritmo de ações do programa por causa da pandemia. Mas agora vamos retomar o projeto nas outras regiões do Paraná, dando atenção especial aos nossos idosos, que passaram e passam por um período difícil de confinamento, por vezes longe de seus familiares, até mesmo como sequelados do pós-pandemia”, afirmou.

POPULAÇÃO IDOSA – O mapeamento efetuado pela 4ª Regional de Saúde aponta que, somados os nove municípios de sua abrangência, a população idosa ultrapassa 18,5 mil pessoas. Segundo estimativa do IBGE, em 2020, só a cidade-sede de Irati teria mais de 7 mil pessoas com 60 anos ou mais, ou seja, 11,6% da população.

A previsão é que o Paraná chegará à proporção de 118 idosos para cada 100 crianças, até 2040. Por isso a importância da Linha de Atenção ao Idoso e da Atenção Primária em Saúde, referência para o Planifica SUS.

Desde que foi implantado na Regional de Saúde de Irati, foi possível identificar de forma mais clara e minuciosa quem são os grupos de risco, como hipertensos, diabéticos, gestantes, crianças e idosos. Em Irati, por exemplo, na unidade de coleta laboratorial, a maioria dos atendimentos acontece por bloco de horas. Com isso, é possível agendar a consulta dentro de uma unidade sem precisar buscar o atendimento na madrugada, evitando filas e aglomeração.

Os processos de trabalho e atendimento foram avaliados pela população e também pelas equipes estratégicas, com grande aceitação. “Com base em todos os resultados positivos gerados pelo desenvolvimento do programa, é de extrema importância que o PlanificaSUS chegue a outros paranaenses ainda neste ano. Por isso, estamos ampliando para outras regiões do Estado o compartilhamento desta experiência exitosa”, disse a diretora de Atenção e Vigilância, Maria Goretti David Lopes.

Fonte: Agência Estadual de Notícias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *