No Paraná, número de pacientes internados com Covid-19 cai 62% em três meses

Com o avanço da vacinação contra a Covid-19, o Paraná registrou nos últimos três meses uma importante redução no número de pacientes internados em leitos de enfermaria ou em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) com quadros suspeitos ou confirmados da doença pandêmica. O quadro atual, inclusive, tem possibilitado ao Estado desativar leitos na rede pública de saúde.

Segundo os dados da Secretaria da Saúde do Paraná (Sesa-PR), até ontem o estado somava um total de 1.656 pessoas internadas nos 3.522 leitos Covid disponíveis, o que dá uma taxa de ocupação geral de 47,02%. São 935 pacientes nos 1.684 leitos de UTI em todo o estado (taxa de ocupação de 55,52%) e outros 721 nos 1.838 leitos de enfermaria (39,23%). Um número, é verdade, ainda expressivo de pessoas demandando atendimento médico por causa do coronavírus, mas um cenário bem melhor do que o verificado há pouco tempo no estado.

No dia 15 de junho deste ano, por exemplo, haviam 4.332 pessoas internadas com quadros suspeitos ou confirmados da doença pandêmica na rede pública de saúde. Considerando que à época haviam 4.918 leitos disponíveis, a taxa de ocupação era de 88,08%. A maioria dos pacientes (2.421) ocupavam leitos de enfermaria (haviam 2.906 disponíveis, com taxa de ocupação em 83,31 na referida data) e haviam ainda 1.911 pessoas que demandavam cuidados intensivos (haviam 2012 UTIs Covid no estado, 94,98% delas ocupadas).

Em três meses, portanto, o número de pacientes em UTIs ou enfermarias para pacientes Covid caiu 61,77% no Paraná, o que permitiu ao estado fechar 28,39% dos leitos voltados para atendimento de casos da doença pandêmica. Além disso, a taxa de ocupação, no período analisado, caiu quase pela metade, passando de 88,08% para 47,02%.

Indicadores são os melhores desde o final do ano passado
Desde o dia 11 de setembro o número de pacientes internados no Paraná com quadros suspeitos ou confirmados de Covid-19 permanece abaixo de 1,7 mil. A última vez em que isso havia acontecido foi no final de novembro do ano passado. Além disso, desde o começo deste mês (dia 3 de setembro) a taxa de ocupação dos leitos Covid no SUS (Sistema Único de Saúde) permanece abaixo de 50%.

Desde setembro do ano passado, o período no qual o Paraná registrou o menor número de pacientes internados com quadros suspeitos ou confirmados de Covid foi entre a última semana de outubro e a segunda semana de novembro, com números abaixo de 1,2 mil pacientes. À época, porém, o sistema de saúde possuía menos de 3 mil leitos disponíveis para atender a população.

Por outro lado, os períodos mais críticos, no que diz respeito à demanda por internações e ocupação de leitos, foram registrados neste ano. No dia 11 de junho, por exemplo, chegou-se a ter 4.406 pessoas hospitalizadas (1.911 delas em UTIs e outras 2.495 em enfermarias), enquanto o recorde de leitos disponíveis veio na sequência, entre os dias 23 de junho e 7 de julho (4.987).

A taxa de ocupação, por sua vez, bateu recorde em 10 de junho último (90,18%), enquanto a menor taxa foi registrada em 31 de julho deste ano (43,74%).

Fonte: Portal Bem Paraná – Foto: Agência Estadual de Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *