Família contesta depoimento dado por rapaz acusado de matar o próprio pai

Após matar o próprio pai, Juvelino dos Santos Pires, 55 anos na madrugada de domingo (13) em Manfrinópolis, o filho Renato Pires, 26 anos, foi preso em flagrante e na 19ª SDP ele disse que agiu assim porque estava incomodado com a perturbação do sossego que estava ocorrendo e imaginou que fosse o pai que estava promovendo o barulho. Na manhã esta segunda-feira (14) o sobrinho da vítima, Woney Thieno Pires, informou que a versão dada por Renato, não tem nada a ver com os fatos.

Segundo ele, Renato é usuário de drogas, vive as custas dos pais, mora na mesma casa e na madrugada de domingo, estava dormindo, sob efeito de entorpecentes e próximo do local estava ocorrendo uma festa. Ele teria acordado alucinado com o barulho e levantou enlouquecido sem entender o que estava acontecendo.

Juvelino também acordou e ao tentar acalma-lo ele atacou o pai com um facão. A mãe saiu da casa com as crianças e pediu ajuda para os vizinhos, enquanto a vítima tentou fugir em direção a uma ribanceira, mas acabou sendo morto pelo filho de forma cruel. Depois do crime ele retornou para casa e foi dormir normalmente e então acabou sendo preso pela polícia.

Fonte: Portal PPNews – Foto: Reprodução internet

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *