Estado distribui novo lote e começa a vacinar idosos com mais de 75 anos

O Governo do Estado começou a distribuir nesta quarta-feira (10) um novo lote de vacinas contra a Covid-19. São 79.630 doses do imunizante CoronaVac, produzido pela farmacêutica chinesa Sinovac em parceria com o Instituto Butantan, de São Paulo.

A remessa é formada pela metade do lote encaminhado na terça-feira (09) pelo Governo Federal, com 74.300 aplicações, e mais um residual com 5.530 doses da remessa da semana passada.

Primeiros casos de Covid-19 eram confirmados no Paraná há quase um ano
A maior parte das vacinas saiu no início da noite do Aeroporto do Bacacheri, em Curitiba, em um avião que pertence à Casa Militar, com destino ao Interior do Estado. Os imunizantes servirão para abastecer 15 das 22 regionais que integram o sistema público de Saúde do Paraná.

As outras sete divisões da Secretaria de Estado da Saúde, formadas pelos municípios mais próximos da Capital, retiram as doses nesta quinta-feira (11) diretamente no Centro de Medicamentos do Paraná (Cemepar), em Curitiba. O transporte será feito por via terrestre.

Seguindo o Plano Nacional de Imunização (PNI), do Ministério da Saúde, o novo lote foi subdividido em três partes: 39.940 aplicações estão reservadas para continuar a vacinação de idosos entre 80 e 84 anos; 31.180 doses foram separadas para quem tem entre 75 e 79 anos e, por fim, outras 8.510 vacinas vão para os trabalhadores da saúde.

“Ainda não é o número suficiente de vacinas que estamos esperando, mas significa um avanço. Temos capacidade e condições para vacinar até 250 mil doses por dia assim que tivermos todas as doses”, destacou o secretário estadual da Saúde, Beto Preto.

Ele lembrou que o Governo Federal encaminhou na terça-feira (09) um conjunto de 148.600 aplicações de vacina contra o coronavírus. Com essa remessa, o Estado ultrapassa a marca de 1 milhão de doses recebidas, chegando a 1.001.600 vacinas.

“A expectativa é que até o início da próxima semana nos enviem mais uma quantidade parecida com essa, e assim sucessivamente. Devemos atingir em torno de mais um milhão de doses apenas em março, com possibilidade de novos laboratórios se integrarem ao Plano Nacional de Imunização”, disse Beto Preto.

ARMAZENAMENTO – O restante das aplicações, também com 79.630 doses, seguirá armazenadas no Cemepar para garantir a imunização por completo de quem receber a primeira dose – o intervalo entre aplicações é de 15 a 28 dias, segundo a bula do medicamento.

De acordo com o Plano Estadual de Vacinação, seguindo a ordenação por grupos prioritários, a previsão do Paraná é de vacinar cerca de 4 milhões de pessoas até maio. “O cenário é difícil. Apesar de todo o esforço do Paraná com a maior abertura de leitos da história, não temos mais equipes e equipamentos. Apelo para o bom senso dos paranaenses”, afirmou o secretário.

Confira a quantidade de doses que cada Regional de Saúde vai receber:
1ª RS – Paranaguá – 1.730 doses
2ª RS – Metropolitana – 20.260 doses
3ª RS – Ponta Grossa – 4.080 doses
4ª RS – Irati – 1.540 doses
5ª RS – Guarapuava – 2.580 doses
6ª RS – União da Vitória – 1.220 doses
7ª RS – Pato Branco – 2.230 doses
8ª RS – Francisco Beltrão – 2.610 doses
9ª RS – Foz do Iguaçu – 2.580 doses
10ª RS – Cascavel – 3.720 doses
11ª RS – Campo Mourão – 2.880 doses
12ª RS – Umuarama – 2.750 doses
13ª RS – Cianorte – 1.290 doses
14ª RS – Paranavaí – 2.640 doses
15ª RS – Maringá – 6.250 doses
16ª RS – Apucarana – 2.970 doses
17ª RS – Londrina – 7.340 doses
18ª RS – Cornélio Procópio – 2.320 doses
19ª RS – Jacarezinho – 2.490 doses
20ª RS – Toledo – 3.160 doses
21ª RS – Telêmaco Borba – 1.600 doses
22ª RS – Ivaiporã – 1.390 doses
TOTAL – 79.630 doses.

Fonte e foto: Agência Estadual de Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *