Acusado de homicídio é condenado a 12 anos de prisão

Em Júri realizado nesta quinta-feira (04), no Tribunal do Júri da Comarca de Francisco Beltrão, Paulo Natan Pacífico Goudinho, foi condenado a 12 anos de reclusão em regime fechado pela morte de Caio Eduardo Pereira Gonçalves artigo 121, (homicídio qualificado). Ele também foi condenado a uma pena de um mês de detenção pelo crime de ameaça, (artigo 147), a um adolescente de 12 anos na época dos fatos, irmão de Caio.

O crime ocorreu na noite do dia 20 de fevereiro de 2020 na Rua Pelicano, bairro Padre Ulrico, onde Paulo matou Caio com 25 golpes de faca e ameaçou seu irmão de 12 anos de morte, por uma divida de R$ 100,00. A vítima pegou dinheiro do réu para comprar drogas para ele, porém não comprou e não devolveu o dinheiro. O julgamento iniciou as 09h e terminou por volta das 18h30 e ao final o Conselho de Sentença decidiu pela condenação do réu.

O Júri foi presidido pelo Juiz de Direito Eduardo Ressetti Pinheiro Marques Viana, tendo no Ministério Público o Promotor de Justiça Gabriel Santos Pereira Pasquetti e na defesa o advogado Diogo Roberto Guancino.

O réu que já estava preso após a sentença foi encaminhado a Penitenciária Estadual de Francisco Beltrão para o início do cumprimento da pena.

Fonte e foto: Portal PPNews

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *