Produção de leite cresce 35% no Sudoeste com trabalho da Emater

segunda-feira, 02 dezembro 2019 | 09:04 AM

Fale com a Rádio Ampére AM |

O trabalho do Instituto Emater com produtores da região de Francisco Beltrão trouxe um aumento médio de 35% na produção diária de leite por vaca, o que representa quase 3 mil litros a mais por mês em cada propriedade. O incremento na renda das famílias foi significativo e houve ainda redução do custo de produção.

De acordo com a Emater, a bovinocultura de leite está presente em todos os municípios do Sudoeste paranaense, envolvendo mais da metade das propriedades existentes nos 42 municípios da região. Em função da grande importância da atividade, o instituto programa seus trabalhos de bovinocultura de leite como prioridade nas regiões de Dois Vizinhos, Francisco Beltrão e Pato Branco.

O foco do Projeto Leite é aumentar a renda das famílias com a melhoria da eficiência produtiva da propriedade, profissionalizando os produtores. O Instituto Emater tem em seu planejamento trabalhos direcionados à difusão de tecnologias e à gestão das propriedades.

Na região de Francisco Beltrão os produtores assistidos recebem assistência técnica com frequência e continuidade, para que possam ter um acompanhamento mais próximo e que obtenham melhores resultados de produção e produtividade.

Há um ano os extensionistas responsáveis por acompanhar os produtores do projeto iniciaram ações específicas no trabalho com as propriedades leiteiras – nutrição de precisão e gestão da propriedade.

A nutrição de precisão tem como objetivo buscar a máxima eficiência na alimentação do rebanho, priorizando o atendimento das exigências de cada um dos animais, sempre se baseando na eficiência produtiva e na redução de custos. A gestão da propriedade serve para tornar o produtor um empresário e o ajuda a assumir o controle de sua empresa, a propriedade leiteira. Para funcionar, a anotação de dados, principalmente das despesas, deve ser precisa e confiável.

Fonte e foto: Agência Estadual de Notícias

Compartilhar

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *