Paraná recolhe 1,5 milhão de lâmpadas fluorescentes

quarta-feira, 01 julho 2020 | 15:49 PM

Após esforço conjunto da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo, Instituto Água e Terra, Ministério Público e Grupo R-20, as lâmpadas fluorescentes pós-consumo armazenadas no Estado estão sendo recolhidas.

A Associação Brasileira para Gestão de Logística Reversa de Produtos de Iluminação (Reciclus) tem 6 meses para finalizar o recolhimento.

A iniciativa é resultado de um Termo de Compromisso, assinado em abril deste ano. “É uma ação inédita no país que mostra a nossa preocupação com o meio ambiente e a saúde das pessoas”, disse o secretário Márcio Nunes. “Essas lâmpadas são resíduos perigosos por conta do mercúrio presente nelas”.

A equipe da Divisão de Resíduos Sólidos do Instituto Água e Terra acionou os 399 municípios, órgãos e instituições do Estado e da União por e-mail, telefone, redes sociais, ofícios das comarcas locais do Ministério Público, entre outros meios, para que informassem a quantidade estimada de lâmpadas armazenadas.

“389 municípios responderam o questionário eletrônico. Quem não respondeu será acionado pelo Ministério Público do Estado do Paraná sobre a ausência de resposta”, diz o coordenador da Divisão, Fernando Bunn.

Os municípios que não responderam ao questionário e não irão participar da campanha de coleta pela Reciclus são Espigão Alto do Iguaçu, Godoy Moreira, Manfrinópolis, Nova Prata do Iguaçu, Pato Branco, Rebouças, Rio Azul, Rio Branco do Sul, São Pedro do Ivaí e Tunas do Paraná.

Fonte e foto: Agência Estadual de Notícias

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *