Moradores do interior de Ampére estão sem energia elétrica há três dias

sexta-feira, 03 julho 2020 | 15:32 PM

Famílias de Ampére que residem nas comunidades dos KMs 55, 50, 47 e 45 estão sem energia elétrica desde a última terça-feira, 30. A falta de luz é em virtude do temporal causado pelo ciclone extratropical que atingiu os estados do sul do país nesta semana. Em virtude dos ventos fortes o fornecimento de energia foi afetado em várias cidades do Paraná. Segundo a Copel, foram 1,3 milhão de unidades consumidoras sem energia no estado.

A reportagem das rádios Ampére AM e Interativa FM tem recebido mensagens de ouvintes que residem nessa região do município, que faz limite com Santa Izabel do Oeste e Nova Esperança do Sudoeste, reclamando do problema. Um deles disse agora a tarde que recebeu a informação de uma atendente da empresa que a falta de energia pode durar até a noite de sábado. “Ligamos na Copel e eles só dizem que a luz pode voltar amanhã às 8 da noite,” conta o morador indignado com a situação.

O ouvinte revela que alguns agricultores retiraram árvores que estavam impedindo a passagem de equipes pelas estradas e que até mesmo tiraram galhos que caíram sobre a rede de tensão. “O problema era os eucaliptos que caíram em cima da rede elétrica e trancaram a estrada. Nós moradores fomos com tratores e motosserras e abrimos a estrada, retiramos os eucaliptos de cima da rede, agora é só eles vim emendar o fio arrebentado e religar a energia.”

Outro ouvinte conta que vários moradores estão tendo muitos prejuízos. “Vários moradores jogaram até 1 mil litros de leite fora por conta da falta de energia. Fora as outros produtos para nosso consumo que perdemos já.”

A nossa reportagem recebeu até uma carta de um agricultor relatando o problema. Em um trecho ele comenta que os produtores de leite, suínos e aves estão sofrendo muito com a falta de energia. Ele cita que em uma propriedade vizinha são quase dois mil animais sem água e muitos medicamentos para o rebanho estão estragando por falta de luz. “Na casa dos produtores também estão acontecendo perdas. Pode se citar os alimentos que não podem mais ser consumidos, pois estão estragando”, diz um trecho da carta.

A reportagem entrou em contato com a assessoria de imprensa da Copel para falar sobre o assunto e estamos aguardando o retorno do pedido de explicações sobre a falta de energia nessas localidades.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *