Ministério elogia estratégia do Paraná na ampliação de UTIs

sexta-feira, 24 julho 2020 | 08:12 AM

O ministro interino da Saúde, Eduardo Pazuello, elogiou nesta quinta-feira (23) a estratégia do Governo de Estado de adiantar a construção de três hospitais regionais (Guarapuava, Telêmaco Borba e Ivaiporã) e ativar estruturas novas nos hospitais universitários de Londrina (nova maternidade), Cascavel (ala de queimados), Ponta Grossa e Maringá (clínica para adultos) para atendimento emergencial contra a Covid-19.

“Utilizar estruturas prontas para fazer o combate à Covid-19 é a melhor solução”, disse Pazuello. “O Paraná tinha essa possibilidade de ampliação, isso ficará como legado para a sociedade. O Estado tem uma estrutura hospitalar muito consolidada”.

No encontro com o governador, o ministro confirmou a renovação imediata da habilitação (procedimento pelo qual a União passa a custear algumas despesas dessas estruturas) de 438 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 35 leitos de UTI pediátrica no Paraná, além da habilitação de 303 novos leitos de UTI nos próximos meses.

O governador Carlos Massa Ratinho Junior explicou ao ministro que o Paraná vinha adotando uma estratégia regionalizada no atendimento em saúde e potencializou essa rede para atender a sociedade durante a pandemia. O Paraná alcançou nesta quarta-feira 1.017 leitos de UTI para adultos exclusivos para tratamento da doença.

“Fizemos uma opção por não utilizar hospitais de campanha e investir em estruturas capazes de fazer um atendimento regionalizado emergencial nesse momento, mas com capacidade para deixar esse legado nos municípios”, disse o governador. “Com isso, aproximamos o atendimento das pessoas e reforçamos os hospitais públicos, universitários, privados e filantrópicos que fazem parte da rede estadual”.

A estrutura atual representa aumento de 76,5% em relação ao estoque de UTIs de antes da pandemia, que era de 1.329 leitos. As UTIs foram montadas em apenas 130 dias e estão distribuídos em 54 unidades médicas de 33 municípios. Também foram implementados 1.557 leitos de enfermaria, 49 UTIs pediátricas e 70 enfermarias para crianças em todas as regiões do Estado.

Fonte: Agência Estadual de Notícias

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *