Investimentos viabilizados pelo BRDE atingem R$ 1,6 bilhão

sábado, 05 setembro 2020 | 11:20 AM

O Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul – BRDE encerrou o primeiro semestre de 2020 ampliando sua atuação na Região Sul do país, e reforçando o papel de destaque no financiamento do setor produtivo local. Apesar do cenário de incerteza em função da pandemia, as operações contratadas totalizaram R$ 1,3 bilhão. Quando somados às contrapartidas dos próprios empreendedores, os financiamentos viabilizaram R$ 1,6 bilhão em investimentos na Região Sul, crescimento de 12,5% em comparação com igual período do ano anterior.

O resultado possibilizou a manutenção ou geração de 29 mil postos de trabalho no período e incremento de R$ 176 milhões/ano em impostos para os estados do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

O desempenho foi impactado positivamente por diversos fatores, como a ampliação de operações com recursos próprios, o aumento do limite de instituições como o BNDES, e a manutenção do nível de inadimplência em um patamar muito abaixo da média do Sistema Financeiro Nacional (SFN).

RECUPERA SUL – Um dos destaques do semestre foi a implementação do Recupera Sul, um programa de crédito emergencial para recuperação da economia dos três estados do Sul. A ação disponibilizou R$ 300 milhões de capital próprio do BRDE para capital de giro de micro, pequenas e médias empresas; além de microempreendedores individuais (MEI) afetados pela pandemia.

Em paralelo a instituição postergou o pagamento de contratos que, juntos, totalizam R$ 3 bilhões, permitindo aos empreendedores do Sul, passarem com mais tranquilidade pela crise.

DESTAQUES OPERACIONAIS – Até o dia 30 de junho a instituição realizou 1.286 novas operações de crédito, incremento de 19% em comparação com o mesmo período de 2019. Os setores de Comércio e Serviços, tiveram a maior participação com 655 operações, seguido pela Indústria (245 operações); Agropecuária (218 operações) e Infraestrutura (168 operações).

A evolução dos números, acredita o diretor de Operações Wilson Bley Lipski, se deve à modernização de processos e automatização de etapas. Diversas soluções do programa BRDE 6.0 que deveriam ser implementadas ao longo do ano, foram antecipadas em função da pandemia e facilitam o acesso ao crédito durante os meses de março, abril, maio e junho.

Segundo ele, mesmo com atuação regional o BRDE continua com destacado papel no cenário agrícola nacional. É o principal repassador nacional do Programa Agrícola Prodecoop (para desenvolvimento de cooperativas), do Pronaf Investimento, e das operações via Canais Digitais para o Setor Público.

Fonte: Agência Estadual de Notícias

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *