Governo fará estudos de viabilidade do Aeroporto Regional do Sudoeste

terça-feira, 10 dezembro 2019 | 16:17 PM

O governador Carlos Massa Ratinho Junior conheceu nesta segunda-feira (09) o projeto de construção do Aeroporto Regional do Sudoeste. Prefeitos, empresários e representantes da região apresentaram, em reunião no Palácio Iguaçu, detalhes do terminal que seria erguido em Renascença.

De acordo com estudos da Associação dos Municípios do Sudoeste do Paraná (AMSOP), o complexo aéreo teria capacidade para incrementar o desenvolvimento de uma área que abrange 102 municípios do Paraná e Santa Catarina, impactando diretamente 1,2 milhão de pessoas.

Ratinho Junior autorizou, durante o encontro, a assinatura de um termo de compromisso entre a Secretaria de Estado da Infraestrutura e Logística e a Secretaria de Aviação Civil (SAC), ligado ao Ministério da Infraestrutura, para viabilizar a continuidade dos estudos de viabilidade econômica e estrutural para a implantação do aeroporto.

“Estamos incentivando muito a aviação regional, ampliando linhas aéreas por todo o Estado. Temos na região dois aeroportos funcionando muito bem, em Francisco Beltrão e Pato Branco, por isso a necessidade de análise da viabilidade econômica deste novo aeroporto”, afirmou o governador. “Essa união política em torno do projeto é um bom sinal para a viabilização do terminal”, completou.

Presidente da AMSOP e prefeito de Saudade do Iguaçu, Mauro Cenci explicou que a entidade já tem a sinalização de que o Governo Federal pode colaborar com a elaboração do projeto executivo, com valor estimado entre R$ 2,5 milhões e R$ 3 milhões. O custo total da obra é de R$ 120 milhões.

“Seria uma das maiores obras estruturantes da Região Sudoeste. Importante para o escoamento de cargas, além do transporte de passageiros, pegando o Paraná e uma parte de Santa Catarina”, ressaltou Cenci.

Sandro Alex, secretário da Infraestrutura e Logística, reforçou que a secretaria vai dar todo o suporte técnico. Segundo ele, no entanto, a construção do terminal passa necessariamente pelo apoio financeiro da União. “Sou um entusiasta dos aeroportos regionais. Vamos estudar a viabilidade para, com o apoio do Governo Federal, fazer o projeto andar”, disse.

PRESENÇAS – Participaram da reunião os deputados federais Vermelho e Toninho Wandscheer; o presidente da Assembleia Legislativa do Paraná, deputado Ademar Traiano; os deputados estaduais Nelson Luersen e Reichembach; o prefeito de Renascença, Lessir Bortoli; e o vice-prefeito de Renascença e coordenador do projeto, Antônio Pedron; além de lideranças da região.

Fonte e foto: Agência Estadual de Notícias

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *