Conselho Universitário da UFFS aprova calendário para o semestre 2020.1

quarta-feira, 09 setembro 2020 | 09:22 AM

Foi aprovado, na 10ª Sessão Extraordinária do Conselho Universitário (CONSUNI) da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), na última quinta-feira (3), o Calendário Acadêmico Especial Unificado para o retorno das atividades letivas suspensas no semestre 2020.1. De acordo com a Resolução nº 41/CONSUNI/UFFS/2020, foram definidas as datas de retomada e de final do semestre letivo 2020.1, respectivamente, dia 21 de setembro de 2020 e dia 30 de janeiro de 2021.

No Calendário Acadêmico Especial Unificado foram definidos, ainda, prazos importantes para o retorno integral das atividades acadêmicas, como o período de solicitação de ajuste de matrícula, (via Portal do Aluno, de 11 a 16 de setembro), inclusão extraordinária de disciplinas (CCRs), solicitação de cancelamentos, trancamentos, validação de CCRs, colação de grau, transferência interna, transferência externa, retorno de aluno, entre outros prazos.

De acordo com o vice-reitor da UFFS, Gismael Perin, “como a retomada das atividades letivas deverá ocorrer de forma preferencialmente remota/on-line, a Reitoria da UFFS está oferecendo, para os estudantes em situação de vulnerabilidade social, condições para aquisição de recursos tecnológicos necessários à sua participação nas aulas, como notebooks, chromebooks e computadores desktops, pacotes de dados de internet e oferta de chip de celular. Todas as informações sobre esses recursos e critérios para acessá-los encontram-se no Edital nº 479/GR/UFFS/2020”.

Conforme ainda Perin, “enquanto a Reitoria, Pró-Reitorias, Direções, Coordenações Acadêmicas e demais setores da UFFS trabalham conjuntamente para esse retorno das atividades, os Colegiados, Coordenações de Curso e, principalmente, os professores, encontram-se preparando suas aulas para receber, da melhor forma possível, todos os estudantes da Universidade. O retorno às atividades letivas, quando presenciais, ocorrerá dentro dos critérios, exigências e protocolos de saúde estabelecidas pelos órgãos de saúde e da UFFS, nos termos da Resolução nº 35/CONSUNI/UFFS/2020, que aprovou o protocolo de biossegurança para o período de emergência de saúde frente a pandemia da Covid-19, dentre outras determinações”.

Na opinião do reitor da UFFS, Marcelo Recktenvald, “o retorno integral às aulas na UFFS é um desejo e expectativa compartilhados por estudantes, professores, servidores e, de uma forma geral, da comunidade acadêmica e regional. Durante todos esses meses de pandemia, mesmo que as atividades administrativas, de pesquisa, extensão e algumas aulas tenham continuado remotamente, a UFFS trabalhou intensamente para proporcionar as melhores condições de retorno aos seus estudantes, técnicos e docentes e, de uma forma bastante cuidadosa, garantir a segurança de todos. Os servidores técnico-administrativos, por exemplo, prosseguiram as atividades com o trabalho remoto, assim como os colegiados e docentes em suas orientações, pesquisas e demais atividades”.

Recktenvald menciona, ainda, que “agora, com a publicação do Edital Nº 479/GR/UFFS/2020, os estudantes em situação de vulnerabilidade estarão em condições de acessar e participar ativamente das aulas e, com isso, a UFFS cumpre com sua missão de instituição inclusiva, que zela pelo acesso e permanência de seus estudantes. Ainda, os alunos pertencentes às comunidades indígenas, distantes da UFFS, muitos sem acesso aos recursos tecnológicos como internet e computador, terão prioridade, conforme o Edital, à obtenção dessas tecnologias”.

De acordo com o reitor da UFFS, “outras inovações foram conquistadas pela UFFS, como o Programa Practice, que objetiva estruturar ambientes e capacitar agentes educacionais para a produção e mediação de conteúdos por meio de tecnologias baseadas em metodologias ativas, de modo a contribuir para a promoção da inovação no processo de ensino-aprendizagem em componentes curriculares e extracurriculares da UFFS. Ainda, um conjunto de ações em prol do retorno integral das atividades vêm ocorrendo nos seis campi da Universidade, desde eventos destinados à formação de docentes, elaboração de subplanos destinados a orientar a comunidade acadêmica sobre os procedimentos de conduta e segurança, aquisição de equipamentos de proteção, entre outras inúmeras ações”.

Fonte: Ariel Tavares/Assessoria UFFS

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *