Comida Boa movimentou R$ 113 milhões no comércio

terça-feira, 11 agosto 2020 | 08:26 AM

Com o prazo para as compras encerrado na sexta-feira (07), o programa Cartão Comida Boa garantiu uma movimentação de R$ 113 milhões na economia paranaense em 2,7 milhões de transações de compras nos 399 municípios. No total, 786,6 mil vouchers foram utilizados pelos beneficiários.

Apenas em Curitiba foram distribuídos 65.782 vouchers, somando R$ 9,4 milhões em compras. No dia 8, os valores dos cartões foram zerados, conforme o Decreto 5.069, que prorrogava o benefício por um mês.

O Comida Boa foi uma ajuda emergencial criado pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior para que fosse garantido o bem-estar da população. Durante três meses, foi concedido o valor de R$ 50,00 para pessoas economicamente vulneráveis comprarem gêneros alimentícios no comércio previamente cadastrado.

Os recursos vieram do Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza e a coordenação envolveu vários órgãos, como as Secretarias da Agricultura e do Abastecimento, da Justiça, Família e Trabalho e Fazenda.

Para o secretário estadual da Agricultura e do Abastecimento, Norberto Ortigara, o programa foi um marco no auxílio à população economicamente vulnerável. “Além de ajudar as famílias nesse momento difícil da pandemia, o Cartão Comida Boa garantiu renda aos estabelecimentos comerciais”, diz. Durante os três meses, 6.740 estabelecimentos comerciais foram cadastrados para as vendas aos beneficiários.

No total, 794 mil vouchers foram distribuídos. Após 3 meses do início da Ação Emergencial, 200 mil Cartões que estavam à disposição dos cidadãos que se enquadram como beneficiários não foram retirados.

Segundo o secretário estadual da Justiça, Família e Trabalho, Mauro Rockenbach, este foi mais um esforço do Governo do Paraná para garantir alimentação durante a crise causada pela pandemia da Covid-19, e dar estabilidade às famílias que vivem em situação de vulnerabilidade social. “Atingimos a meta e contribuímos com todos os 399 municípios do Estado, levando mais dignidade aos paranaenses”, destacou.

Fonte: Agência Estadual de Notícias

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *