Criar uma Procuradoria da Mulher na Assembleia Legislativa do Paraná. Este foi o objetivo da reunião da deputada federal Leandre Dal Ponte (PV-PR) com o presidente da Assembleia Legislativa do Paraná (ALEP), Ademar Traiano, na manhã desta segunda-feira (18). Leandre, que atualmente é a Procuradora da Mulher da Câmara dos Deputados, quer que assembleias legislativas e câmaras municipais criem o órgão para fiscalizar e acompanhar programas de governo e receber denúncias de discriminação e violência contra a mulher.
 
Também participaram da reunião, no gabinete do presidente da ALEP, os deputados estaduais, Soldado Adriano José (PV) e Luiz Claudio Romanelli, e a vereadora de Curitiba, Maria Letícia Faundes (PV), que protocolou no mesmo dia um pedido para a criação da Procuradoria da Mulher na Câmara de Vereadores de Curitiba.
 
Leandre explicou que as procuradorias da mulher não oneram as assembleias ou as câmaras municipais. Isto porque o cargo deve ser ocupado por uma parlamentar e a equipe da procuradoria pode ser formada com servidoras ou servidores dos legislativos que tenham proximidade com o tema.
 
“As procuradorias da mulher podem atuar na estruturação da rede de proteção à mulher no Paraná e nos municípios, trabalhar pela qualificação de profissionais para receber as denúncias de violência, e principalmente atuar de forma preventiva e desenvolver políticas públicas de proteção e combate à violência”, discorreu a deputada. 
 
Ela também destacou que uma equipe da Câmara dos Deputados pode auxiliar na estruturação administrativa da Procuradoria da Mulher na Assembleia Legislativa do Paraná, assim que o órgão for criado.
 
O presidente, deputado Ademar Traiano, entendeu a importância da criação da Procuradoria da Mulher e se comprometeu em dar prosseguimento na tramitação do projeto na Assembleia Legislativa Paranaense.