Campanha Nacional de Vacinação Contra a Influenza começa nesta segunda-feira (17). Este ano, a novidade é a inclusão dos professores da rede pública e privada no público alvo. Eles terão direito à imunização de graça pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

Além dos professores, crianças entre seis meses e quatro anos de idade; trabalhadores de saúde que lidam com pacientes; gestantes; puérperas até 45 dias; idosos; pessoas com doenças crônicas; funcionários do sistema prisional; e povos indígenas têm direito à vacinação nas Unidades Básicas de Saúde.

Em todo o Paraná, 2,9 milhões de pessoas devem ser vacinadas neste ano.

A vacina disponível no SUS protege contra os três subtipos do vírus da gripe que mais circularam no país: A/H1N1; A/H3N2 e influenza B. Segundo o ministério, 60 milhões de doses de vacinas foram adquiridas, das quais 21,1 milhões de doses já foram distribuídas aos estados.

Os grupos prioritários devem se vacinar todos os anos, já que a imunidade contra os vírus cai progressivamente. Além disso, o vírus da gripe passa por mutações frequentes. Por isso, todo ano, a Organização Mundial da Saúde (OMS) faz uma previsão de quais serão os vírus Influenza que devem circular no inverno do hemisfério norte e do hemisfério sul com base em amostras de pacientes coletadas em centros sentinela distribuídos em todo o mundo.